google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Vasco bate o Botafogo e entra na zona de classificação do Campeonato Carioca


Cruzmaltino conta com tarde inspirada de Vegetti e Lucas Piton para conquistar os 3 pontos em um Engenhão com mais de 25.000 torcedores presentes na tarde deste domingo.



Botafogo e Vasco se enfrentaram na tarde deste domingo pela 9ª rodada do Campeonato Carioca com um objetivo em comum, vencer e se posicionar entre os quatro classificados às semifinais da Taça Guanabara. E em duelo transmitido pelo Dimensão Esportiva, o Vascão se recuperou após vencer o rival alvinegro no Nilton Santos, e dormir entre os quatro primeiros colocados da primeira fase do estadual, que está por terminar. Confira agora, o que repercutiu no Clássico da Amizade, e como o cruzmaltino chegou ao resultado de 4 a 2 sobre o Bota.


1º TEMPO

A partida começou com domínio do Fogão, e aos 3 minutos, numa boa troca de passes no campo de ataque, Tchê Tchê  fez passe em profundidade para Victor Sá mandar para o fundo das redes, entretanto, após uma pequena parada para análise do VAR, foi marcado impedimento do próprio Victor Sá na jogada. Na sequência do lance o Vasco respondeu, Payet chegou na linha de fundo e cruzou para Galdames, que com espaço fez um bom chute para a defesa de Gatito Fernández.


Nos 10 primeiros minutos, a partida ficou nas mãos do Botafogo que congestionava seu campo de defesa e complicava as jogadas do time cruz-maltino, que por sua vez, fazia as construções das jogadas com velocidade, porém faltava aproximação e movimentação para ter mais êxito nas jogadas. O Vasco respondeu aos 15 minutos, Paulo Henrique e Payet fizeram boa tabela, e o atacante cruzmaltino encontrou um bom passe para Vegetti, que foi travado por Danilo Barbosa, evitando um provável primeiro gol na partida.


Os visitantes até tinham o controle da partida, entretanto aos 20, Eduardo recebe na intermediária, toca para Tiquinho Soares fazer o pivô e de chapa, mandar no canto onde a coruja dorme para abrir o marcador, 1 a 0 para o Botafogo. O Vasco passou a ter um pouco mais da posse de bola, e até teve duas oportunidades com Payet, mas o francês acabou finalizando em cima da defesa do Fogão e na sequência acabou se enrolando com a bola e lhe entregando de graça para os donos da casa.


A partida teve uma parada para hidratação, e surtiu efeito na equipe do Vasco, que voltou ligada pro jogo. Payet recebeu na entrada da área, David puxou a marcação para dar espaço para Galdames, que recebeu um passe por elevação açucarado chutar, Gatito até fez bela defesa mas na sequência, deixou o chileno finalizar e marcar seu primeiro gol com a camisa do Vascão, 1 a 1.


Aos 35 minutos, o Botafogo teve uma ótima oportunidade em cobrança de falta na intermediária, Hugo cobrou na grande área, Léo Jardim errou o tempo de bola e Barboza, no susto, finalizou de qualquer jeito para mandar pra fora. Na reta final da primeira etapa, o jogo passou a ficar mais nervoso, com as duas equipes cometendo muitas faltas, o time da estrela solitária passou a chegar mais ao gol de Léo Jardim nas bolas paradas, entretanto faltava qualidade para chegar com mais perigo ao gol do Vasco.


2º TEMPO

Na volta do intervalo, o Vasco passou a frente do marcador, boa jogada pelo lado esquerdo com Lucas Piton, que tabelou com David e de bico virou o clássico em um Engenhão com um público muito bom, 2 a 1 Vasco com menos de 1 minuto da segunda etapa.


O Botafogo não deixou barato o segundo gol cruzmaltino, Victor Sá recebe passe na esquerda e carrega até o meio perto da meia lua e encontra Savarino, que chuta colocado para boa defesa de Léo Jardim. O Fogão permaneceu em cima do Vasco, que passou a congestionar a sua área defensiva, e soube se proteger das investidas do Botafogo. O Glorioso chegou novamente ao campo de ataque, após passe de Savarino para Tchê Tchê, toca um pouco mais atrás para Damián Suárez que faz tabela com Savarino. Na sequência, o uruguaio finge chute e toca por cima de Léo Jardim, mas Rojas salvou o que seria o gol de empate do Botafogo.


A equipe de Tiago Nunes chegou a fazer duas mudanças, Mateo Ponte e Marlon Freitas entraram nas vagas de Danilo Barbosa e Damián Suárez, para tentar dar mais consistência defensiva, entretanto, na sequência, Hugo erra o domínio de bola, Paulo Henrique rouba, porém é agarrado dentro da área, pênalti marcado para o Vasco. Na cobrança, Vegetti apenas deslocou Gatito para marcar seu primeiro gol na temporada e o terceiro cruzmaltino na partida.


Aos 25, Ramón Díaz renovou o gás da equipe, tirou Payet que fez uma boa peleja para dar lugar a Matheus Carvalho para dar mais segurança a marcação do Gigante da Colina, o Botafogo também renovou o poder de fogo, Savarino saiu para o lugar de Júnior Santos, pois Tiago Nunes precisava de um jogador para segurar mais a bola no campo ofensivo. Após a parada para hidratação, o Vasco tomou conta da partida, Ramón Díaz fez 3 mudanças, Adson, Praxedes e Puma Rodriguez, entraram nas vagas de David, Zé Gabriel e Paulo Henrique, utilizando mais Praxedes e Adson para conseguir mais velocidade para a equipe.


A partida havia ficado mais morna, os donos da casa passam a ter mais posse de bola, todavia, faltava criatividade para furar o sistema defensivo do Vasco, que respondia nos contra-golpes, e foi o que aconteceu aos 37 minutos, Puma Rodriguez recebeu na direita e encontrou Vegetti inspirado para de carrinho acertar o travessão e bater nas costas de Gatito e fazer seu segundo gol na partida, 4 a 1.


Na sequência, o Botafogo respondeu o golpe, em boa cobrança de escanteio do lateral Hugo, Tiquinho Soares desvia de cabeça no alto para Eduardo em um belo movimento de bicicleta descontar para o Glorioso, 4 a 2. O gol acordou tardiamente o Fogão, que chegou novamente com Hugo que mandou uma bomba de fora da área para Léo Jardim fazer uma bela defesa. Mas terminou assim, final, Botafogo 2, Vasco da Gama 4.


Com o resultado, o Vasco vai à dezesseis pontos e figura na terceira colocação da Taça Guanabara, com possibilidades de avançar à semifinal do Cariocão. O Botafogo estaciona com catorze e figura na quinta colocação, na zona de disputa da Taça Rio, competição a ser disputada entre o 5º e o 8º lugar do estadual como prêmio de consolação. As equipes voltam à campo no próximo sábado (24), o Botafogo encara o Audax Rio fora de casa às 16h30, e o Vasco joga em casa contra o Volta Redonda às 17h.


5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page