google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Tudo o que você precisa saber sobre San Francisco 49ers e Dallas Cowboys


Reprodução: @cowboys


O Levi's Stadium vai tremer para esse clássico divisional. O maior duelo da NFC Oitentista,um dos maiores clássicos da NFL, as melhores defesas da liga, todos esses são adjetivos para o aguardado confronto do Sunday Night Football.


Duas das melhores equipes da NFL, mas onde os donos da casa tem o favoritismo. Com uma defesa top 3 da liga, e um ataque muito competente, os Niners figuram novamente com favoritos a ir ao SuperBowl.


Os Cowboys vão até a California com a defesa que mais venceu jogos até aqui, mas com um quarterback nada confiante. Com um jogo corrido muito forte, ambas as equipes vem espelhadas para o confronto


O que esperar?:


Com equipes de estratégias parecidas, podemos esperar um jogo vencido na resiliência. Brock Purdy tende a entregar a responsabilidade a McAffrey contra defesas mais fortes, então o camisa 23 terá de furar os fortes bloqueios texanos.


Do lado do Cowboys, a situação é um pouco similar. O sem confiança Dak Prescott não deve tentar a sorte com bolas em profundidade tendo Talanoa Hufanga protegendo as costas do campo. Com isso, Tony Pollard e Deauce Vaughn serão acionados com frequência e terão de passar de Fred Warner e Nick Bosa.


A defesa será a salvação e o Golias de ambas as equipes. Dois times com equipes defensivas muito versáteis, as melhores de toda a liga, e as trincheiras deverão definir a partida. Caso Micah Parsons e seus comandados parem CMC, os Cowboys terão alguma vantagem.


Em um cenário onde os RBs sejam anulados, os 49ers levam vantagem em jogo aéreo. Purdy se mostra um passador mais consistente, e jogar com Deebo Samual, Brandon Ayuk e Brandon Jennings facilita o trabalho.


Mesmo com um corpo de recebedores excelente, Dak terá de superar o estigma de ser um jogador que pouco decide jogos grandes se quiser ver o seu time vencedor. Superar fantasmas, principalmente os da temporada passada, será a chave do jogo aéreo de Dallas.


Um jogo parelho, que deve ser definido na trincheira, mas, caso parta para o duelo de jogo aéreo, os Niners são melhores, mais versáteis e com mais recursos.


Destaques de ambas as equipes:


Dallas:


Micah Parsons: Favorito na competição para DPOY, cotado para MVP, deve ser o principal responsável por parar Christian McAffrey e pressionar Brock Purdy. Na temporada tem: 14 Tackles, 4 Sacks e um fumble forçado.


Demarcus Lawrence: Outro excelente jogador, o EDGE outro atleta que pode aprontar para cima do jogo aéreo dos Niners, tirando Purdy completamente do sério. Na temporada: 9 tackles e 2 sacks.


Tony Pollard: Um dos melhores Running Backs de sua conferência, deve ser a principal arma ofensiva da equipe. Na temporada: 2 touchdowns terrestres, 311 jardas e uma méia de 4.3 jardas por carregada.



San Francisco:


Christian McAffrey: Despontando como um RB que pode vencer o MVP após 11 anos, o camisa 23 é a principal arma do ataque californiano, tanto de maneira terrestre como em jogadas aéreas próximas a Endzone. Na temporada: 5 touchdwons corridos, 1 Touchdown recebido, 459 jardas totais, 5.7 jardas por carregada, 141 jardas aereas.


Nick Bosa: O defensor a quebrar o recorde de mais bem pago da liga, Bosa é o principal pilar defensivo da equipe. Um dos grandes fantasmas para Dak Prescott, o defensor chega para o confronto com: 8 Tackles e um sack.


Fred Warner: O "Robin" de Bosa na defesa dos Niners, é outro cara que vem para ser insuportável para Prescott e Pollard. Com incriveis 33 tackles e 1 sack, é o "terror" dos wide recivers nessa temporada.


Quem está fora (lista atualizada até a publicação desta preleção):


Niners:

Elijah Michell, RB - Fora da partida, lesão no joelho

John Feliciano, OL - Questionável, protocolo de Concussão.


Cowboys:

Peyton Hendershot, TE - Fora da partida, lesão no tornozelo

Damone Clark, LB - Questionável, lesão no ombro


Transmissão:

Dimensão Esportiva


Narração: Igor Mendes

Comentários: Gabriel de Campos e Rafael Araújo


3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page