google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Tudo o que você precisa saber sobre o jogo entre Phoenix Suns e Minnesota Timberwolves

A Série chega a Phoenix com a equipe de Minnesota liderando a série por 2-0 e um Kevin Durant sedento por uma vitória.

Reprodução: @timberwolves


Os Timberwolves saem da gelada Minneapolis para o calor do Arizona para enfrentar a equipe dos Suns. Com 2-0 na série, uma vitória fora de casa praticamente garante o avanço da equipe para a próxima rodada, mas um KD com muita sede de vitória quer transformar o fator casa em empate.


Como vêm as equipes?


Tendo vencido o primeiro jogo por 15 pontos e o segundo por 12, o Timberwolves desembarca em uma fase ofensiva excelente. Liderados por Anthony Edwards, o time mostra muita maturidade e competência contra uma equipe que tem um futuro Hall Of Famer. Falando em prêmios, Naz Reid vem ao Footprint Center como melhor sexto homem e ainda tem Rudy Gobert competindo pelo defensor


Pelos donos da casa, as principais criticas são sobre a rotação da equipe. Enquanto o trio Beal, Booker e Durant mantém medias de pontuação consistentes, os bancários do Suns não conseguem manter o nível de intensidade e acabam sendo engolidos pela rotação adversária. Nem a experiencia de Eric Gordon foi capaz de manter o time estável na segunda unidade.


O que podemos esperar?


A tendencia do Suns é que o jogo passe muito por Kevin Durant e Devin Booker. A dupla de all stars concentra a maior parte do jogo em suas mãos e conta com o fato de Durant chegar pressionado e provocado para esse terceiro jogo. Tendo alguns "atritos" com Edwards durante a série, o camisa 35 tem o momento oportuno para devolver a provocação e deixar sua equipe viva na série.


A real preocupação do Suns é com Grayson Allen. Apesar do ala não ser um grande jogador, a sua resiliência defensiva contra o jogo dos visitantes fará falta, uma vez que poucos atletas na rotação atual da equipe fazem esse papel de "trabalho sujo".


Do lado do Minnesota Timberwolves, o "salto alto" deve inexistir nessa partida. Mesmo com a vantagem, a equipe teve muita dificuldade contra Phoenix na temporada regular e manter a intensidade na defesa e o bom espaçamento no ataque é o ideal para que a equipe consiga o 3-0 e jogue o quarto jogo com ainda menos peso nas costas.



Destaque das equipes:


Suns:


Kevin Durant: 27.1 pontos, 6.6 rebotes e 5 assistências de média na temporada, garantiu sozinho 49 pontos para sua equipe nos últimos dois jogos, contribuindo com 26% da pontuação geral da franquia.


Devin Booker: O homem do Suns na última partida, entregou 20 pontos e cinco assistências, longe da sua média de 27,1 pontos na temporada regular, pode aproveitar o bom momento que teve na partida anterior e chamar para si a responsabilidade da série.


Bredley Beal: O mais "tímido" do trio, também foi o que entregou as piores médias entre eles nos dois jogos anteriores da série. Mesmo assim, a consistência vista na temporada regular tem que retornar as quadras para que o Suns consiga se manter vivo na série.


Wolves:


Anthony Edwards: 33 pontos no primeiro jogo, 15 no segundo, a oscilação pode incomodar, mas ele é um atleta de jogo grande. Talvez o melhor atleta norte-americano do momento, deve crescer quando o Wolves necessitar.


Rudy Gobert: Uma verdadeira Maquina de rebotes, o francês demorou a encaixar em Minessota, mas agora é uma das principais peças da equipe e um favorito no DPOY. Tem 12.9 de média em rebotes


Naz Reid: Dando um voto de confiança para o melhor sexto homem, Reid consegue segurar o piano nas ausências de alguém do trio titular. Entregando um bom número de pontos e rebote, é um diferencial para as diferenças tão altas nos dois primeiros jogos.


Lesionados para o jogo (até a publicação e correção deste texto):


Suns:


Grayson Allen (Tornozelo - Questionável)


Damion Lee (Joelho - Fora dos Playoffs)


Timberwolves:


Kyle Anderson (Quadril - Questionável)


Jaylen Clark (Aquiles - Fora dos Playoffs)


Transmissão:

A transmissão no canal do DE inicia a partir das 23h00, com um esquenta trazendo as primeiras informações e o jogo às 23h30. Deixe seu like, interaja com a nossa equipe, e claro, compartilhe e se inscreva pra ficar sempre ligado no melhor do Basquete do mundo. 


Narração: Ian Santana

Comentários: Léo Saboia, Rogério Novaes e Tiago Hugolini


OUTROS MEIOS:


TV Fechada: ESPN 2

Streaming: Star+ e NBA League Pass

Comments


bottom of page