google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Tudo o que você precisa saber sobre a World Series 2023 entre Arizona Diamondbacks e Texas Rangers



Reprodução:MLB.com

Chegamos ao momento mais importante da temporada da MLB, que é a World Series e que este ano surpreendeu todo mundo e deu muito dinheiro para as casas de apostas, pois ninguém esperava ver uma final sendo disputada entre Arizona Diamondbacks e Texas Rangers e os dois superaram expectativas e adversários favoritos para atingirem o ápice da temporada e disputar esta final.


Como foram os caminhos e por que a surpresa com esta final


Primeiro vamos contextualizar e explicar porque esses times não estavam entre os favoritos e essa final é bastante improvável.


O Arizona Diamondbacks chegou para o Wildcard da conferência nacional como o time de pior campanha ao lado do Miami Marlins, além disso a campanha do Diamondbacks contra equipes com campanha positiva era de 40 vitórias e 50 derrotas e ele enfrentaria times com pelo menos 55% de aproveitamento e provavelmente dois favoritos a vencer a conferência que eram Atlanta Braves e Los Angeles Dodgers, que possuiam 64% e 62% de aproveitamento na temporada.


O time dos Diamondbacks se junta a Florida Marlins de 97, New York Mets 2000, San Francisco Giants 2002 e Florida Marlins 2003 e outros como time de pior cabeça de chave a chegar na World Series, o que demonstra que temporada regular é uma coisa e Playoffs outra.


E podemos dizer que foi uma campanha de superação e muita eficiencia dos Diamondbacks, pois saiu invicto do Wildcard e Divisional contra Milwaukee Brewers e o muito favorito Los Angeles Dodgers com direito a uma vitória acachapante de 11-2 contra um futuro Hall da fama Clayton Kershaw.


Na final da conferência a equipe começou perdendo por 2-0 para o Phillies nos jogos fora de casa e quando voltou para o Arizona venceu os dois primeiros jogos empatando a série e perdeu o terceiro jogo em casa, ficando numa situação complicada, dado que precisaria vencer os dois jogos contra os Phillies na Philadelphia e foi o que ocorreu com 2 bons jogos de seus arremessadores e Bullpen limitando o poderoso ataque dos Phillies a apenas 3 corridas em 2 jogos, sendo que os mesmos tinham 27 corridas em 5 jogos, ou seja, a defesa conseguiu levar o time para a World Series com destaque para o fechador Paul Sewald que teve 1 vitória e 2 jogos fechados, ou seja, ajudou muito nessa classificação.


Já na liga Americana o Texas Rangers emulou as duas primeiras rodadas do Diamondbacks e também eliminou Tamp Bay Rays e Baltimore Orioles com 5 vitórias sendo que os dois times tinham mais do que 60% e assim como o Diamondbacks também tinha campanha negativa contra time com campanhas positivas.


Chegando na final de conferência o adversário seria um conhecido de divisão que teve a mesma campanha e venceu a divisão no desempate, o que jogou o Rangers para o Wildcard.


Essa série foi um tanto quanto atípica, pois nenhum time mandante venceu seus jogos, então os Rangers abriram 2-0 jogando em Houston, depois perderam os 3 jogos em Arlington e por fim fecharam a série com duas vitórias contundentes em Houston, onde tiveram 20 corridas anotadas, não dando chance ao também poderoso ataque dos Astros.


O maior destaque desta série foi Adolis Garcia que teve 35.7% de aproveitamento no bastão, impulsionando 15 corridas impulsionadas e marcando 5 Home Runs nesta série.


Destaques da equipe:


Arizona Diamondbacks


Paul Sewald, é o fechador do time, ou seja, ele é utilizado para garantir os jogos com 3 ou menos de corridas de diferença e fez isso em 2 jogos e ainda venceu 1 jogo que estava empatado até a nona entrada, ele cedeu apenas 1 rebatida na série inteira e não sofreu corridas, sendo o maior destaque.


Kevin Ginkel, é um arremessador reserva que também não vem cedendo corridas e por isso é muito importante para fazer a transição e passagem para o fechador, ele cedeu apenas 2 rebatidas para o forte ataque Phillies em 4.2 entradas.


Ketel Marte é o segunda base que teve 38.7% de aproveitamento no bastão e incomoda muito os arremessadores adversários, pois ele pode roubar bases também.


Geraldo Perdomo é o shortstop que anotou 4 corridas na série e tem um aproveitamento de 33% das rebatidas.



Texas Rangers


Adolis Garcia, Right Field que está endiabrado, tanto que teve 5 Home Runs, 15 companheiros chegando ao home plate por suas rebatidas e espetaculares 35.7% de aproveitamento.


Jonah Heim é o catcher e tem 2 home runs e 25% de aproveitamento no bastão, o que não é algo espetacular, mas gera volume e pontos para a equipe.


Corey Seager é o shortstop com 25.8% de aproveitamento, 6 corridas marcadas e 2 home runs.


Jordan Montgomery é um dos arremessadores principais e que teve um desempenho exemplar contra o Houston, vencendo os 2 jogos que começou e cedendo apenas 2 corridas em 14 entradas e com 10 Strikeouts.


Nathan Eovaldi também é arremessador principal e foi responsável pelas outras 2 vitórias, porem cedeu 5 corridas em 12.1 entradas com 13 strikeouts.





Agora a lista dos prováveis arremessadores que vão começar cada jogo




Diamondbacks:

- Zac Gallen - Jogo 1

- Merrill Kelly - Jogo 2

- Brandon Pfaadt - Jogo 3

- Para o jogo 4 não tem ninguem provável, pois eles utilizaram o Bullpen na final da Liga Nacional e nenhum arremessador jogou mais de 1.2 entradas.


Rangers:

- Nathan Eovaldi - Jogo 1

- Jordan Montgomery - Jogo 2

- Max Scherzer - Jogo 3

- Andrew Heaney - Jogo 4



Onde assistir?


O jogo de abertura da World series acontece as 20h30 com transmissão do Dimensão Esportiva, no YouTube (play abaixo), Facebook, Twitter/X, Twitch e Trovo.


Narração: Thiago Ramos

Comentários: Luis Martinelli e Renan Camargo





Outros Meios:

TV Paga: ESPN

Streaming: Star+


7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page