google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Troca de Anunoby: Como troca entre Knicks e Raptors pode ajudar os times



Imagem via thestrick.land


O New York Knicks realizou uma troca com o Toronto Raptors, no último sábado (30). A troca fez com que OG Anunoby, Malachi Flynn e Precious Achiuwa, fossem para os Knicks e, em contrapartida, RJ Barrett, Immanuel Quickley e uma escolha de segunda rodada (via Detroit), foram enviados aos Raptors.


A troca de Anunoby foi constantemente especulada desde meados da última temporada. O jogador teve seu nome ventilado no Los Angeles Lakers durante a trade deadline, mas foi dito na época que os Raptors buscavam um bom retorno pelo jogador (nisso incluía uma escolha de primeira rodada) e então ele veio por permanecer no time. Outro time que foi especulado como interessado em Anunoby na última temporada, de acordo com o jornalista da ESPN, Zach Lowe, foi o Golden State Warriors. Porém ele afirma: ''não ter certeza de até que ponto'', as conversas avançaram na época.


O Toronto Raptors vive um impasse sobre a continuação de Pascal Siakam no time, pois o atleta tem contrato expirando ao fim dessa temporada e as conversas para renovação, enquanto houveram, não avançaram. Enquanto há essa situação com Siakam, Toronto olhava o mercado para negociar Anunoby e ir para o próximo passo de sua gradual reconstrução. Nesse perfil, atletas como Quickley e Barrett se encaixam bem, pois são jogadores jovens (Quickley tem 24 anos e Barrett tem 23) e com potencial lapidável em virarem peças importantes do time.


Além da pouca idade, ambos atendem uma necessidade dentro do elenco, pois enquanto Toronto não tinha um outro armador na rotação, além de Dennis Schroder, se abriria uma vaga para ala, com a saída de Anunoby, então Quickley e Barrett atendem as lacunas imediatas que o time possui. Acredito que se Siakam terminar a temporada pelos Raptors, eles podem chegar ao play-in e até mesmo, conseguir vaga para os playoffs, pois são 2 jogadores com média de +15 PPG na temporada e que também dão mais qualidade ao arremesso de 3 do time, que tem 34% de aproveitamento nos arremessos, sendo apenas o 25° (vigésimo quinto) na função, entre todos os times da liga.


O New York Knicks buscava um pivô para sua rotação, já que Mitchell Robinson está fora da temporada por causa de uma lesão no tornozelo e também olhava o mercado para conseguir um defensor, pois o time é o 15° (décimo quinto) em pontos cedidos e de acordo com o site StatMuse, apenas o 21° (vigésimo primeiro) em Defensive Rating (estatística que mede pontos sofridos a cada 100 posses).


Dadas as necessidades, o retorno de Anunoby pode ser essencial para neutralizar a deficiência defensiva do time. No Raptors, Anunoby tem 0,7 DWS (Defensive Win Shares, uma estatística que mede o número de vitórias conquistadas por uma equipe em virtude da performance de um jogador na defesa). Além disso, tem médias de 3 rebotes defensivos e 0,5 toco por jogo


O jogador está no top 40 (é o trigésimo nono) do ranking de Real Plus-Minus, que é uma estatística analisada pela ESPN e que mede o diferencial líquido de pontos por 100 posses ofensivas e defensivas. Precious Achiuwa, pivô que chegou em NY nesta troca, que sempre foi um jogador para compor rotações, mas que pode virar opção imediata em caso de algum problema acontecer com Isaiah Hartenstein, que virou o pivô titular dos Knicks com a lesão de Robinson. O Knicks se vê saindo fortalecido da troca, pois agora tem um jogador defensivo em seu quinteto titular, para marcar grandes astros que estarão no caminho do time até o fim da temporada.


Vejamos algumas estatísticas (até o momento da correção desse texto) dos jogadores envolvidos na troca:


OG Anunoby: 15.2 PPG, 4 RPG, 1.1 SPG


RJ Barrett: 18.3 PPG, 82.6% FT, 4.4 RPG, 33.3% 3PT


Immanuel Quickley: 15 PPG, 86.6% FT, 39.5% 3PT


Precious Achiuwa: 7.4 PPG, 5.3 RPG, 0.6 SPG


Malachi Flynn: 5.1 PPG, 2.1 RPG, 2,4 APG


Por fim, esta troca foi boa aos 2 times, pois Toronto precisava preencher sua rotação titular e Anunoby inevitavelmente seria trocado, portanto o time consegue retorno para ainda ter alguma pretensão nessa temporada e New York precisava, além de preencher sua rotação da segunda unidade, de um defensor que consiga fazer o time sangrar menos quando está jogando contra nomes como Kevin Durant, LeBron James, entre outros. Assim então, pode-se afirmar que os Knicks querem garantir uma vaga entre os times com mando de quadra, nos playoffs da NBA.


71 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page