google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Santos vence o primeiro jogo e Palmeiras consegue a virada no Allianz Parque - Saiba mais

O Palmeiras conquistou na noite deste domingo (7) o seu 26º título do Paulistão em cima do rival Santos. A partida de hoje contou como a sétima final disputada por Palmeiras e Santos no Paulistão, onde a equipe praiana tem a vantagem de 5 vitórias contra 2 do time alviverde (última conquistada em 2015 nos pênaltis).


O verdão acabou perdendo o jogo de ida contra o Santos por 1 a 0 mas conseguiu reverter em casa diante de 41 mil torcedores em uma partida bem disputada e marcada pela estrela do garoto Endrick, que ficou com o prêmio de craque do jogo.


Além do destaque pro Endrick, o verdão contou com o artilheiro do Paulistão Flaco López que ficou com a somatória total de 10 gols, seguido por Dellatorre (Mirassol) e seu companheiro de equipe Raphael Veiga, ambos com 7 gols.



PRIMEIRO TEMPO

Logo nos primeiros minutos de jogo, a equipe de Abel Ferreira começou muito bem na partida, pressionando a saída de bola do Santos, que veio com uma estratégia diferente em relação ao primeiro jogo, e mantendo uma boa posse de bola.

Até sair o primeiro gol do time alviverde, algumas peças importantes do time acabaram levando o cartão amarelo no jogo, sendo eles o Abel Ferreira (aos 10 minutos) e Endrick (aos 20 minutos), já do lado alvinegro não houve nenhum jogador amarelado.


O time da vila não conseguia criar chances durante os primeiros trinta minutos de jogo e chegava pouco na área do time da casa. Os jogadores aparentavam estar muito nervosos, o que acabou chamando o time do Palmeiras para cima dando coragem e maior chance de jogadas aos jogadores do time alviverde.


O Palmeiras conseguiu emplacar seu primeiro gol aos 32 minutos, com um pênalti sofrido por Endrick, no qual o árbitro da partida Raphael Claus teve que consultar o VAR para a confirmação da infração na área, cometida por João Paulo. O verdão abriu o placar com Raphael Veiga, ao converter o pênalti em uma bola batida à meia altura no meio do gol.


Após o pênalti bem batido, o time da vila tentou criar algumas chances para não ir ao intervalo com o empate no placar agregado, porém a chance de maior perigo foi em um cruzamento de Otero para Morelos que acaba cometendo a falta em Gustavo Gómez na área de defesa do Palmeiras.


SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, o time de Abel Ferreira volta modificado com a entrada de Richard Rios no lugar de Zé Rafael que saiu amarelado. Com essa modificação, o time alviverde conseguia um maior aproveitamento nos passes e uma melhora na criação de jogadas, já que colocou um jogador descansado na partida.


O time da Vila estava conseguindo conter os ataques do rival, porém, aos 67 minutos, Anibal Moreno empurra de chapa para o fundo das redes colocando o verdão na frente do placar agregado, após uma bola cruzada por Piquerez e ajeitada por Flaco López.


Já nos minutos finais, Fábio Carille tenta a qualquer custo jogar o time do Santos para o ataque colocando três jogadores em jogo (Furch, Chermon e Hayner, no lugar de Morelos, Aderlan e Felipe Jhonatan, respectivamente) enquanto Abel Ferreira reforça sua zona defensiva colocando Luan e Marcos Rocha no lugar de Gustavo Gómez e Endrick, mas sem sucesso de gol, o time praiano sai derrotado do Allianz Parque.


O time da casa retorna aos gramados na quinta-feira (11) em uma partida válida pela estreia do Brasileirão contra o time do Internacional no Allianz Parque as 21:30h.

147 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page