google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

PIX para assistir jogos no YouTube: entenda o novo golpe das lives piratas

Atualizado: 1 de set. de 2023

Pessoas transmitem jogos que não são permitidos na plataforma e utilizam marcas famosas para atrair o público

Foto: Reprodução/YouTube


Nos últimos meses, principalmente com o crescimento do PIX no Brasil, um novo tipo de golpe começou a surgir no YouTube, principal site de vídeos do mundo. O resultado são diversas pessoas caindo, realizando transações altíssimas, tudo acreditando que irá ganhar tal valor e o dinheiro de volta.


Essas pessoas que abrem as lives na plataforma colocam que quem realizar um PIX de valor X poderá acompanhar o jogo em tela cheia e sem ela estar na diagonal. Além disso, quem realizar a maior operação financeira até certo horário ganhará R$ 5 mil, R$ 10 mil, e o dinheiro pago de volta, o que não acontece.


Veja um caso: Torcedor envia R$ 400 que seria para pagar contas e cai no golpe

Na última terça-feira (28), o Flamengo enfrentou o Independiente Del Valle pela final da Recopa Sul-Americana, e uma dessas pessoas caiu no golpe do PIX nas lives.


No vídeo, era mostrado que "a maior doação de PIX até o final do jogo levaria R$ 4 mil", e o torcedor Bruno Oliveira informou no chat da transmissão que enviou R$ 400 para a chave informada, sendo o valor que utilizaria para pagar a conta de luz e água. Porém, o nome dele não apareceu na tela, perdendo assim o dinheiro.



Além disso, os golpistas aproveitam para utilizar marcas famosas de diversas categorias como uma maneira de atrair outras pessoas. No entanto, nenhuma delas tem certa parceria com esses canais, como exemplo da Shopee, Betano, Nubank e outros.

Golpistas usam marcas conhecidas para atrair outras pessoas. Foto: Reprodução/YouTube


Veja como é feita as transmissões dos jogos pelos golpistas

Para realizar a transmissão, a pessoa que aplica o golpe assina a plataforma oficial que passa os jogos as quais sabe que os torcedores irão procurar no YouTube, já que aquele torcedor não quer acompanhar transmissões de rádios ou tem condições para pagar por tal streaming.


Uma das maneiras que os golpistas utilizam para a transmissão não ser derrubada pelas emissoras ou entidades de futebol é mudar o nome dos clubes, com a intenção de confundir o algoritmo da plataforma. Um exemplo de como eles mudam é a partida ser Corinthians x São Paulo, e na transmissão do YouTube dos indivíduos estar: "C0R1NTH14N5 x 540 P4UL0 40 V1V0 C0M 1M4G3NS", o que atrai o público.


Após a alteração do nome, o mediador da live deixa a tela do jogo na diagonal, além de colocar um banner de divulgação do PIX, junto com a chave que irá receber os valores. Por fim, deixa uma parte no lado superior direito com o nome de pessoas que realizaram a transação, e sempre utilizando uma voz para informar que a transmissão só ficará para os inscritos caso não façam o PIX.


Afinal, o que fazer quando ver esses casos?

Por mais que seja uma maneira fácil e rápida de acompanhar os jogos sem precisar pagar os streamings, é visto como maneira ilegal e que deve ser denunciada ao YouTube.


Ao lado de onde aparece as curtidas do vídeo, aparece três pontos que mostram a opção de "denunciar" ou "sinalizar". Após isso, basta selecionar a opção "Spam ou Enganoso", finalizando assim a denúncia ao YouTube, que irá analisar o caso.


Lembrando que para que não haja problemas futuros como esses, o melhor é - sempre que possível - ter as plataformas de streaming que transmitem os jogos do clube de coração, o que se torna uma segurança maior e acompanhar com qualidade as partidas.








5.130 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page