google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Pia Sundhage aponta falta de estilo brasileiro na derrota para França

Ela diz que performance francesa surpreendeu o Brasil


Foto: Thaís Magalhães/CBF.

Na entrevista coletiva após a derrota para a França por 2 a 1, neste sábado (29), em Brisbane, a técnica da seleção brasileira de futebol feminina, Pia Sundhage, disse que a postura das adversárias em ocupar o campo adversário e dificultar a saída de bola a pegou de surpresa. No entanto, o grande problema na apresentação brasileira foi a falta de um futebol mais característico do país, explicou.


"Não conseguimos manter o nosso estilo bonito e divertido de jogar. Vimos isso no início do segundo tempo, mas precisamos também quando o jogo é diferente. Precisamos ter a capacidade de fazer mudanças táticas, surpreender as adversárias. Manter a posse de bola. Precisamos ter um plano B", opinou a treinadora.

Erro na marcação

Uma tecla muito batida durante a entrevista foi o erro na marcação a Renard no lance que definiu a derrota deste sábado. Pia, no entanto, não quis apontar falhas individuais como justificativas para o revés.


"Sempre estudamos os adversários, assistimos aos seus vídeos, mas, às vezes, somos surpreendidas, sim, como aconteceu hoje. Eu não acredito em erros individuais, na defesa ou no meio de campo. É sempre uma questão coletiva. É um trabalho em equipe", externou.

Chances

No entanto, a treinadora da seleção do Brasil não negou que o resultado pode ter sido sacramentado nos detalhes.


"Em torneios como este, é importante estar bem na defesa e criando chances. O futebol é um jogo de detalhes e de precisão, sobretudo, num campeonato de peso como a Copa do Mundo", finalizou Pia.

O próximo jogo do Brasil será contra a Jamaica no dia 2 de agosto.



Informações da Agência Brasil (com adaptações)

Comments


bottom of page