google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Patrocínio do Guaraná Antarctica é visto como conquista nacional para o futebol feminino



Se você é daquelas pessoas como eu, que torcem pela igualdade de gênero em todas as modalidades (sem mimimi), incluindo o esporte, chega mais porque tenho um assunto que vai lhe interessar.


No mês passado, durante uma live da escola The 360, o Guaraná Antarctica foi oficializado como patrocinador do Brasileirão Feminino 2020. Uma conquista histórica para a modalidade feminina, que servirá de modelo para outras fazerem o mesmo. Trata-se de um aumento do investimento da marca no futebol, uma vez que a mesma patrocina as seleções brasileiras masculina e feminina, e o coloca como o primeiro patrocinador privado de longo prazo do torneio.

A informação foi confirmada pelo diretor de marketing da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Gilberto Ratto.


“Neste ano de pandemia, a gente vinha conversando. O Pedro (Thompson, diretor de marketing da Ambev) veio com a coragem que a marca dele sempre teve. O primeiro patrocinador o Brasileirão Feminino é o Guaraná. Ano passado não tinha. Retrasado? Também não tinha. Vamos trabalhar. Eles vão ter direitos das placas, direitos da imagem da competição, fazer ativação nos intervalos”. Não vamos querer entrar com uma mensagem tradicional. Vamos querer dar um ‘soco no fígado’, como na ação do ano passado”.

Desde o recorde de audiência da Copa do Mundo Feminina de 2019, pode-se perceber que o próprio futebol feminino foi e está sendo visto com bons olhos. A rainha Marta é apenas uma das mulheres atletas que abraça fortemente a igualdade de gênero dentro dos gramados.



O presidente da CBF, Rogério Caboclo, declara que o investimento na modalidade feminina deve ser visto como uma prioridade.

“A CBF encara o futebol feminino como prioridade. A conquista de um parceiro tão relevante para a competição é uma demonstração de que seguimos colhendo bons frutos. A partir da nossa determinação de acelerar o desenvolvimento do futebol feminino em nosso país”.


Ansioso(a) para saber a cena dos próximos capítulos? Pois é, eu também estou. O que posso antecipar a você, caro leitor(a), é que o futebol feminino não para de crescer e ser apoiado por muitos. Homem e mulher apoiando atletas. Jogadoras sendo reconhecidas pelo seu trabalho. E por aí vai. Uma conquista que vai além das fronteiras, transformando a vida de quem é apaixonado pelo bom futebol brasileiro.

35 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page