google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Parada cardíaca de Bronny James pode comprometer sua carreira profissional?

Nesta semana, fomos pegos de surpresa com as notícias sobre a parada cardíaca sofrida pelo filho de LeBron James, Bronny, em um treino com o time da sua nova universidade (USC). Bronny James teve alta do hospital e já está em casa aparentemente saudável. Um dos temas mais abordados na mídia após a notícia é o seu futuro no basquete profissional, ele pode estar em risco?

LeBron James e Bronny James
Imagem: Reprodução/CNN

Episódios semelhantes no esporte

Na maioria dos casos, a saúde dos atletas é vista de uma forma que se restringe a “lesões de jogo”: entorses, distensões, tendinite, lesões de ligamento, contusões… às vezes esquecendo que atletas podem sofrer de outros tipos de problemas de saúde que não necessariamente são causados pela prática do esporte. No caso de Bronny James, os médicos disseram se tratar de uma arritmia cardíaca.

Voltando há pouco tempo atrás, podemos lembrar do emblemático caso do meio-campista dinamarquês, Christian Eriksen. Ele sofreu uma parada cardíaca durante uma partida contra a Finlândia pela Eurocopa em 2020. O jogador caiu no gramado e perdeu a consciência. Levado às pressas ao hospital, Eriksen foi diagnosticado com arritmia, um episódio bem semelhante ao de Bronny.

Outro caso que talvez nem todos saibam é o de Cristiano Ronaldo, que aos 15 anos também sofreu com arritmia e precisou passar por cirurgia. Até hoje em sua carreira profissional, CR7 não teve complicações e segue bem saudável jogando em alto nível aos 38 anos.

Cristiano Ronaldo
Imagem: Reprodução/SPORT

Não é motivo de pânico

Christian Eriksen, citado anteriormente, não precisou se aposentar e hoje segue em campo, pelo Manchester United. Cristiano Ronaldo nem precisamos comentar, é uma ostentação de saúde. O caso de Bronny James é assustador mas não é comprometedor para a sua carreira profissional. Segundo matéria da CNN americana, Bronny passou por uma bateria de exames há alguns meses atrás para poder ingressar no time da universidade, em nenhum deles constou um potencial problema de coração.

Nesta semana no hospital, foram feitos exames de ecocardiograma transtorácico - que monitora e examina o fluxo sanguíneo através das válvulas cardíacas - e um ECG (eletrocardiografia), para verificar a atividade elétrica do coração. Todos deram resultados normais, indicando que não há uma deficiência anatômica preexistente.


Com isso, Bronny James deve continuar fazendo exames cardíacos e cuidar de sua saúde para que não seja pego de surpresa outra vez. Estes exames tiveram resultados bastante positivos e sua carreira não está comprometida.


15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page