google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Os detalhes que faltam para o Cincinnati Bengals chegar ao Superbowl

O Bengals tem um time bem redondo e precisa de poucas posições para poder ser um contender real ao Superbowl.


Olá, pessoal! Vamos iniciar uma nova análise especial da NFL aqui no Dimensão Esportiva. Eu, Thiago Ramos, estarei preparando três mocks para cada equipe da NFL. No primeiro mock, não faremos nenhuma troca ou movimento.


No segundo, farei movimentos que considero ideais, reforçando as diversas posições da melhor forma possível. Já o terceiro mock é destinado a identificar o que poderia ser feito sem tantas trocas, tentando maximizar as carências da equipe.


Poucos peças podem fazer com que a equipe tenha a subida de nível necessária para chegar ao Super Bowl e para isso esse draft vai ser importante, pois a equipe tem um volume bem alto de escolhas e isso pode ser usado para trocar:


O draft do Bengals é relativamente tranquilo, mas a primeira escolha fica num limbo, onde temos excelentes jogadores, mas que são altos para a escolha 18, por isso ideal seria subir um pouco para pegar um jogador para resolver a posição carente, o que faremos agora:




O Mock endereça algumas posições que são carentes e traz uma opção de running back para ser reserva de Zach Moss, que teve um ano muito bom e vem para substituir Joe Mixon, a questão é que o Moss não é tão bom bloqueador quanto o Mixon, que para mim seria um dos melhores running back bloqueando da liga:



Esse último mock reforça a defesa que é um ponto sempre mais vulnerável da equipe e precisa aumentar a quantidade de sacks da equipes para facilitar e expor menos a secundaria.


Este texto foi escrito por Thiago Ramos. Fique ligado por que teremos muitas notícias das diversas ligas americanas. Siga o Dimensão MVP para notícias de NBA, NFL, MLB e muito mais: @DimensaoMVP no X e @dimensao.mvp no Instagram. Até a próxima!


Comments


bottom of page