google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

OPINIÃO: De'Aaron Fox é o John Wall dos dias atuais

De'Aaron Fox tem médias de 26.8 pontos, 5.5 assistências, 4.1 rebotes e 1.9 roubos por jogo, além de 37.6% na conversão de bolas de três, sendo um grande nome do Sacramento Kings, time que ele está desde a sua chegada na NBA.



FOTO: Getty Images/Alex Goodlett


De'Aaron Fox é um dos jogadores mais rápidos da NBA e um dos grandes executores de jogadas em transição, puxando contra-ataques em roubos de bola forçados. Essas características se assemelham muito com o estilo de jogo de John Wall na liga, mas assim como Wall, Fox já foi muito questionado na carreira pelo seu arremesso de fora, o que lhe rendeu comparações com Rajon Rondo, dentro de um ''Best-case Scenario'', na época do seu draft, o que indicava que Fox tinha as virtudes de Rondo, mas também, possuia o arremesso de três nada confiável.


A comparação com John Wall se dá também por serem dois jogadores do time de Kentucky, o que é mais um fator de influência na comparação, e também os dois jogadores servem/serviram muito impacto para os times que jogam/jogavam, porém, dadas as circunstâncias, muito se falava sobre John Wall não conseguir trazer o arremesso de três para seu arsenal ofensivo, o que poderia ter prejudicado o jogador na sua adaptação quando mais velho, pois ele não teria a mesma impulsão de antigamente, para conseguir muito êxito nas jogadas explosivas que ele fazia.


Mas De'Aaron Fox mostra constante evolução no seu arremesso de fora, sinalizando que o Fox do futuro poderá sim contar com seu arremesso como componente de seu jogo. Irei mostrar uma comparação entre De'Aaron Fox nessa temporada e John Wall na temporada de 2016-17. Esta era a sétima temporada de ambos na NBA, vejamos as estatísticas:


De'Aaron Fox - 26.8 pontos, 5.5 assistências, 4.1 rebotes, 1.9 roubos por jogo, 37.6% de aproveitamento nos três pontos, 375 bolas de três tentadas e 141 convertidas, 70.6% de aproveitamento em lances livres, 7.8 bolas de três tentadas por jogo e 2.9 convertidas, 12.9 arremessos de dois tentados por jogo e 6.7 convertidos.


John Wall - 23.1 pontos, 10.7 assistências, 4.2 rebotes, dois roubos por jogo, 32.7% no aproveitamento de três, 272 bolas de três tentadas e 89 convertidas, 80.1% de aproveitamento em lances livres, 3.5 bolas de três tentadas por jogo e 1.1 convertidas, 14.9 arremessos de dois tentados por jogo e 7.2 convertidos.


Wall teve uma temporada boa em lances livres, enquanto Fox não está com um rendimento tão bom nisso, mas lances livres em questão, não estão necessariamente envolvidos nessa pauta. A média de assistências de John Wall é maior, mas vale lembrar que Wall não tinha um facilitador do nível de Domantas Sabonis, nos Wizards, o que necessariamente já indica que ele centralizada as ações no Wizards, mais que Fox nos Kings. Os arremessos de dois pontos e os roubos de bola, são de longe, as maiores semelhanças entre ambos, nesta comparação, o que evidencia as características que fizeram De'Aaron Fox ser comparado com John Wall, quando estava chegando na NBA.


Mas a bola de três certamente é a maior discrepância entre os dois, tanto a quantidade, quanto a média, são amplamente favoráveis para Fox, mas a intenção não é dizer exatamente, quem é o melhor jogador, porém, é importante salientar que nos tempos atuais, o arremesso de três é muito mais decisivo que em 2017, virando um padrão da liga toda, contar com muitos arremessos de fora, mas arremessar em quantidade nunca foi empecilho pra Fox, o problema era a qualidade, o jogador não tinha consistência no arremesso, mas nessa temporada, Fox mostrou que seu jogo do perímetro está aprimorado, visto que ele já está na temporada que mais chutou de três na carreira, mesmo que ela não tenha acabado e mesmo assim, é também a temporada que ele tem o melhor aproveitamento no arremesso.


Dado o contexto e a comparação, a intenção é dizer que De'Aaron Fox tem o mesmo arsenal ofensivo de John Wall, mas que houve uma adaptação realizada por ele, para tornar o seu arremesso mais confiável. Além disso, essa evolução tem dedo de Mike Brown, pois o técnico dos Kings é especialista no jogo em transição e no arremesso do perímetro, o que ajuda Fox a aperfeiçoar seu jogo, o fato de Fox ter Sabonis para auxiliar na criação de jogadas, também faz com que Fox não seja obrigado constantemente, a fazer arremessos forçados ou conduzir a bola por toda a partida, o que também coopera para sua melhora no arremesso.



Este foi meu texto de hoje, sou o Ewerton Moreira e toda semana irei escrever algo sobre essa liga amada por tantos. Siga o Dimensão MVP para notícias de NBA, NFL, MLB e muito mais: @DimensaoMVP no X e @dimensao.mvp no Instagram. Até a próxima!



*A opinião aqui emitida, é de total responsabilidade do autor e não necessariamente reflete a opinião do Dimensão Esportiva.

127 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page