google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

OPINIÃO: Como morrem as "democracias"


Reprodução: @Corinthians


O Corinthians fechou a contratação do técnico Cuca após a demissão de Fernando Lázaro. Uma contratação que atesta total desconhecimento da história corintiana, e é um completo desrespeito com o estatuto do time e pelas causas que o mesmo um dia lutou.


Condenado por estupro de vulnerável, Alexi Stival jamais foi punido por seus crimes, inclusive sendo tratado como herói após conseguir ser deportado da Suíça. Além de nenhuma vez ter sido punido por seus atos, que inclusive já prescreveram, Stival se consolidou como um dos grandes treinadores brasileiros das décadas de 2000 e 2010, empilhando conquistas e sendo conhecido pelas suas “superstições”.


Com o anuncio do novo comandante, a administração de Duílio Monteiro Alves mais uma vez desrespeita o clube que gere, e faz com que o discurso sempre presente de “respeita as mina” seja considerado uma ironia no momento atual.


Como um clube exige respeito as mulheres contratando um abusador? Mais uma das incoerências da gestão corintiana, que é lotada de erros e contradições, aparentando ter amplo e total desconhecimento da história, ideias e lutas do time que comanda.


Outra das enormes contradições da diretoria é manter as alcunhas de “Democracia Corintiana” e “Time do Povo” sendo uma instituição altamente antidemocrática e elitista.

Como um time tenta se passar por democrático quando suas eleições são internas? Que democracia é essa onde os sócios e torcedores, que são os reais donos da instituição, são proibidos de votar, e pior, ficam à mercê dos conchavos de conselheiros mercenários, mafiosos e sanguessugas.


O elitismo é uma consequência direta da antidemocracia. Como o autointitulado “time do povo” vende para a massa corintiana uma camisa por 500 reais? Um sócio absurdo e sem gratuidades? Um ingresso que muitas vezes é irreal para a maioria dos torcedores? E a maior piada de todas: Comercializar um agasalho com os dizeres “Democracia Corintiana” custando a bagatela de R$ 700.


Sócrates estaria completamente enojado com o que fizeram com o clube que ele ajudou a erguer, com toda a história que construiu, e com todo o legado que ficou para a posteridade.


Mesmo não sendo corintiano, deixo uma dica: Se você, assim como eu e milhões de torcedores, amantes de futebol e profissionais de imprensa está desgostoso com essa palhaçada que é a gestão do time masculino, concentre suas forças em apoiar as meninas do Timão.


Além de ser um time esportivamente superior, o Corinthians feminino é um dos poucos resquícios do “Corintianismo raiz”, dos valores que esse time construiu durante mais de um século de existência, e do que sua torcida mais quer, resultado e respeito com a instituição.


Conhecendo o futebol brasileiro, caso Cuca faça uma sequência de jogos ruins, não se sustentará até o fim da temporada, contudo, mesmo numa eventual demissão, seu nome estará nos registros do Corinthians para sempre, e isso será uma mancha jamais apagada na linda e vencedora história do Alvinegro do Parque São Jorge.


*As opiniões expressas aqui são de total responsabilidade dos seus autores, e não necessariamente refletem a opinião do Dimensão Esportiva.

73 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page