google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

O retorno de Davis, a batalha de Nova York e a insanidade de Zach LaVine, o resumo da semana na NBA

Atualizado: 30 de nov. de 2019

Últimos 7 dias do basquete americano é marcado por grandes jogos e impressionantes atuações individuais


Davis pela primeira vez como rival em New Orleans. Foto: Matthew Hinton/ assessor de imprensa dos Pelicans


Quarta-feira (27), sim esse texto começa de trás para frente, porque o jogo mais esperado da semana ocorreu exatamente na quarta.


No dia 28 de junho de 2012, Anthony Davis foi draftado pelo New Orleans Pelicans e desde então foi o principal nome da equipe, isso aconteceu por 7 anos e Davis deixou sua marca por lá, ele foi o líder em toda história da franquia em pontos (11.059), rebotes (4.906) e tocos (1.121), até que o pivô pediu para ser trocado e levou seu talento para L.A. Onde vestiu as cores do Lakers, nessa troca o time roxo e dourado abriu mão de algumas escolhas do draft e de três jovens talentos: Lonzo Ball, Brandon Ingram e Josh Hart.


Desde que a troca foi confirmada os fãs de NBA, aguardaram o dia desse reencontro, tanto do lado de Anthony Davis, como dos ex-pupilos de Los Angeles. E eles aconteceram nessa quarta e renderam boas histórias, a principal delas foi a torcida que ajudou a escrever: O que você como torcedor faz se o ídolo do seu time aparece para enfrentá-lo, defendendo outras cores? Para a torcida de New Orleans a resposta foi vaiá-lo todas as vezes que ele pegava na bola, isso deu resultado? Não, o monocelha além de vencer o duelo (Pelicans 110 x 114 Lakers), converteu 41 pontos e teve a maior pontuação de um atleta no seu primeiro jogo contra a ex-equipe na história da liga.


O jogo teve um desenrolar surpreendente, os Lakers correram atrás do placar em boa parte da partida, até que faltando 6 minutos para o fim, Lebron promoveu mais um belo duelo contra Ingram, bola na mão do camisa 23, olho a olho com seu ex-colega de time, um lindo fade away e pronto, a vantagem agora era do time visitante.


As atuações dos ex-companheiros de Lebron James, foram até que boas, com os Pelicans em vantagem a maior parte do jogo Brandon Ingram - que tem os melhores números de sua carreira na NBA nesta temporada - 23 pontos e 10 rebotes, Josh Hart ficou com apenas 9 pontos, Lonzo Ball segue se recuperando de lesão e não participou do jogo. Já Kyle Kuzma, único que James fez questão de permanecer em sua equipe, foi fundamental para a virada, após converter 2 bolas de três pontos consecutivas.


Vamos agora para domingo (24), Knicks e Nets se enfrentaram no que é conhecido como a batalha de Nova York e em jogo surpreendente, o dono do Madson Square Garden vendeu caro a derrota para o time do Brooklyn (knicks 101 x 103 Nets).]


O jogo não teve a participação de Kyre Irving, que ainda se recupera de lesão e o principal destaque dos Nets foi Spencer Dinwiddie, o armador anotou impressionantes 30 pontos além de 4 assistências e comandou a vitória de sua franquia, que agora está com 9 vitórias em 18 jogos na temporada.


Spencer com a camisa 8 de Brooklyn. Foto: Juan Diego Carrillo Casado.


Pelo lado dos knicks, destaque para Julius Randle e Marcus Morris que juntos somaram 41 pontos, mas não conseguiram impedir a 14ª derrota de sua equipe, que soma apenas 4 triunfos e uma campanha patética até aqui.


A estrela de Chicago Zach LaVine Foto: Dan Garcia


Para fechar os principais destaques da semana, vamos para Sábado (23) para falar de um jogo, mais especificamente de um jogador, que roubou a cena.


O que esperar do confronto de dois times medíocres? Geralmente nada acontece nesses jogos, mas de tempos em tempos os deuses do basquete, premiam exclusivamente esses eventos. E foi exatamente no sábado que isso aconteceu, Bulls e Hornets entraram em quadra sem grande empolgação, mas isso logo mudou quando Zach LaVine começou a fazer chover bolas de três pontos.


Zach teve 49 pontos sendo 26 deles no ultimo quarto e 9 no último minuto! Converteu 13 bolas de três na partida – a maior quantidade de um jogador que não é do Golden State na história da liga - e assim virou lenda por um dia.


No decorrer da partida, os Hornets sempre estiveram à frente no placar e faltando incríveis 42 segundos para o fim, a vantagem era de impressionantes 8 pontos e faltando 8 SEGUNDOS, estavam a frente por 5 pontos e até para quem está acostumado com o basquete, era claro o tamanho da vantagem da equipe. Se você tivesse que apostar em um time nessas condições, em qual você apostaria? Bem, é provável que você perdesse seu dinheiro.


8 segundos para o fim e Chicago mata uma importante bola de três pontos, e agora estão perdendo por dois, o time pressiona o adversário na saída e consegue roubar a bola, o que fazer? Chutar de dois e empatar o jogo? É claro, não para LaVine, que recebeu a bola e correu para trás, todo desequilibrado, chutou para três e... virou herói, a bola caiu (até agora não sei como, mas caiu) e pronto um dos melhores jogos da temporada chega ao fim. Hornets 115 x 116 Bulls.


Confira agora os placares de todos os jogos da semana:


Sexta-feira (22)

Suns 121 X 124 Pelicans Pistons 128 X 103 Hawks

Wizards 125 X 118 Hornets Nets 116 X 97 kings Thunder 127 X 130 Lakers

Bulls 108 X 116 Heat

76ers 115 X 104 Spurs Mavericks 143 X 101 Cavaliers Jazz 113 X 109 Warriors

Nuggets 96 X 92 Celtics


Sábado (23) Clippers 122 X 119 Rockets Timberwolves 98 X 100 Suns Hornets 115 X 116 Bulls

Pacers 111 X 106 Magic 76ers 113 X 86 Heat Hawks 116 X 119 Raptors Knicks 104 X 111 Spurs

Cavaliers 110 X 104 Trail Blazzers Grizzlies 108 X 109 Lakers Bucks 104 X 90 Pistons Jazz 128 X 120 Pelicans

Domingo (24) Rockets 123 X 127 Mavericks Wizards 106 X 113 Kings Knicks 101 X 103 Nets

Nuggets 116 X 104 Suns Clippers 134 X 109 Pelicans

Segunda-feira (25) Pacers 126 X 114 Grizzlies Pistons 103 X 88 Magic Cavaliers 106 X 108 Nets Raptors 101 X 96 76ers Heat 117 X 100 Hornets Celtics 103 X 102 Kings Hawks 113 X 125 Timberwolves Bucks 122 X 118 Jazz

Bulls 94 X 117 Trail Blazzers Spurs 104 X 114 Lakers


Terça-feira (26) Warriors 97 X 100 Thunder Mavericks 99 X 114 Clippers Nuggets 117 X 104 Wizards


Quarta-feira (27) Pacers 121 X 102 Jazz Hornets 102 X 101 Pistons Cavaliers 104 X 116 Magic Celtics 121 X 110 Nets 76ers 97 X 91 Kings Raptors 126 X 98 Knicks Grizzlies 119 X 121 Clippers Bucks 111 X 102 Hawks Rockets 117 X 108 Heat Spurs 101 X 113 Timberwolves Suns 132 X 140 Wizards Pelicans 110 X 114 Lakers


Quinta-feira (28) Trail Blazzers 136 X 119 Thunder Warriors 104 X 90 Bulls

93 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page