google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

NFL: Análises Off-Season - Indianapolis Colts

Num conteúdo inédito no Brasil sobre a NFL, o DE inicia uma série de análises sobre cada um dos times componentes da maior liga de futebol americano do mundo.


Olá, pessoal! Numa iniciativa inédita do Dimensão Esportiva e seu casting do MVP, vamos trazer a partir de hoje uma análise off-season sobre o que cada equipe integrante da maior competição de futebol americano do mundo fez ao longo da temporada passada, e pretende trazer no draft para a próxima edição da NFL. Eu, Thiago Ramos, estarei no comando dessas análises pontuais junto do meus colegas e parceiros, Renan Dourado, o Giga, e Samuel Kyriazi para apresentar as 32 franquias ao longo das próximas semanas, e convidamos você, amante do FA, a se juntar a nós nessa jornada.


Agora faremos a analise do Indianapolis Colts, equipe que manda seus jogos no Lucas Oil Stadium em Indianapolis e teve nove vitórias e oito derrotas em 2023.


Reprodução: Acervo Pessoal

O Indianapolis Colts teve um desempenho acima do esperado mesmo depois de ter perdido seu quarterback principal e ter que usar Gardner Minshew como titular, porém isso na minha opinião pode ter elevado seu o nível de jogo.


Agora vamos apresentar quem são os agentes livres da equipe.


Unrestricted Free Agents

CB Kenny Moore

S Julian Blackmon

WR Michael Pittman JR.

QB Gardner Minshew

RB Zach Moss

DE Tyqan Lewis

DT Grover Stewart

P Rigoberto Sanchez

DT Taven Bryan

S Ronnie Harrison Jr.

DE Jacob Martin

WR Isaiah McKenzie

CB Tony Brown

G Danny Pinter

DE Genard Avery

 


Posições destacadas acima:

S: Safety

DE: Defensive End

DT: Defensive Tackle

CB: Cornerbacks

RB: Running Back

LB: Linebackers

OL: Outside Linebackers

K: Kicker

OT: Offensive Tackle

LS: Long Snappers

WR: Wide Receiver

TE: Tight End


Para maiores detalhes sobre as tags e quem seriam os principais jogadores de cada equipe, temos o texto explicativo:



Veja a seguir as maiores necessidades do Colts para 2024:



O que esperar de Anthony Richardson e será que ele terá um desempenho próximo ao Minshew?


O Time dos Colts tem um espaço considerável na folha, pois conta com um pouco mais de 70 milhões para fazer os movimentos. Para mim, o primeiro deles deve ser colocar a franchise tag em Michael Pittman Jr., garantindo seu recebedor número 1 e deixando uma dupla jovem de recebedores sendo formada por Downs e Pittman.


Como dito anteriormente, o nível da classe de Wide Receiver está bem alta, então não precisaria trazer um terceiro elemento ainda na primeira rodada. Por conta disso, o ideal seria endereçar com as escolhas de primeira rodada um jogador de linha ou um Edge, para colocar mais pressão e melhorar sua defesa, uma opção seria Jared Verse ou Laiatu Latu, até porque o time pode tentar trocar o Deforrest Buckner nesta off-season em busca de algumas escolhas de draft, e com isso reduzir a folha em 22 milhões. Outra opção seria endereçar um cornerback, pois tem boas opções para a primeira rodada como Dejean, Wiggins e Mcinstry.


Também fizemos uma rápida simulação para o Colts no pff.com


 

Agora, algumas opões para os Colts no draft:

  • Laiatu Latu – Edge

  • Jared Verse – Edge

  • Copper Dejean – CB

  • Nate Wiggins – CB

  • Kool-Aid McKinstry - CB

  • Keon Coleman – WR, pode estar disponível

  • Troy Franklin – WR

  • Brian Thomas Jr – WR

  • Ja’Lynn Polk – WR

  • Adonai Mitchell – WR

 

O time possui escolhas nos sete rounds e precisa também trazer algum tackle para ajudar na proteção do Anthony Richardson, podendo ser fundamental para que ele consiga desenvolver seu jogo. Com o Cap Space que o time tem ele pode muito bem fazer movimentos para reforçar a equipe e tentar melhorar posições chaves como a de TE e um segundo RB, pois acredito que Mo-Alie Cox pode ser cortado, até pelo que tem apresentado como recebedor e Zack Moss vai querer receber um aumento de salário mais generoso.


Por isso, seria bom a equipe buscar opções na free agency para a reserva de Jonathan Taylor e para TE. Nessas posições vejo como opção o Boston Scott que seria uma aquisição em termos salariais parecidas com a do Moss, ou talvez Gus Edwards para tentar reduzir um pouco o volume de trabalho do Taylor. Para a posição de TE tem o Shcultz, que dificilmente sairá dos Texans, pois deve receber a tag, após este aumento de teto salarial, mas tem opções mais baratas e que podem ter uma efetividade maior do que o Mo-Alie Cox, como o Noah Fant e o Irv Smith Jr.


Para a defesa, há uma grande necessidade de mais um LB para fazer dupla com o Franklin e o Speed. Há algumas opções para complementar a dupla, ser o terceiro LB no elenco e sem um gasto alto, que seriam Tyron Dodson, que mostrou um bom desempenho na ausência do Matt Milano, Cody Barton e, por fim, Isaiah Simmons.

Agora temos uma posição fundamental na liga hoje e que no draft não temos tantas opções, mas na free agency tem bons nomes e que podem elevar o nível dessa defesa, que é a posição de Safety. Com o espaço na folha, Jacksonville pode trazer jogadores de alto nível, como o Karmen Curl e o Xavier MxKinney, que exigiriam um investimento de 12 a 13 milhões.


Agora temos um ponto importante para discutir que é a situação de Gardner Minshew, pois acredito que ele tem potencial para ser titular em algumas equipes, mas seria importante como um suporte para o Richardson, porém ele vai ter proposta interessantes e isso dificultaria sua permanência nos Colts.

Com estas movimentações e usando a folha salarial de forma correta, o time pode brigar tranquilamente pela divisão, que tem tudo para ser muito disputada entre Jaguars, Texans e Colts, com os Titans um pouco atrás.


Este texto foi realizado por Thiago Ramos com a colaboração do Renan Dourado e Samuel Kyriazi e teremos muitas noticias das diversas ligas americanas. Siga o Dimensão MVP para notícias de NBA, NFL, MLB e muito mais: @DimensaoMVP no X e @dimensao.mvp no Instagram. Até a próxima!


*A opinião aqui emitida, é de total responsabilidade do autor e não necessariamente reflete a opinião do Dimensão Esportiva.

18 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page