google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

NFL: Análises Off-Season - Carolina Panthers

Num conteúdo inédito no Brasil sobre a NFL, o DE inicia uma série de análises sobre cada um dos times componentes da maior liga de futebol americano do mundo. Sendo a franquia texana a estreante.


Olá, pessoal! Numa iniciativa inédita do Dimensão Esportiva e seu casting do MVP, vamos trazer a partir de hoje uma análise off-season sobre o que cada equipe integrante da maior competição de futebol americano do mundo fez ao longo da temporada passada, e pretende trazer no draft para a próxima edição da NFL. Eu, Thiago Ramos, estarei no comando dessas análises pontuais junto do meus colegas e parceiros, Renan Dourado, o Giga e Samuel Kyriazi que dividirão essa série comigo para apresentar as 32 franquias ao longo das próximas semanas, e convidamos você, amante do FA, a se juntar a nós nessa jornada.


Agora faremos a analise do Carolina Panther da NFC Sul , equipe que manda seus jogos no Bank of America Stadium em Charlotte e teve 2 vitórias e 15 derrotas em 2023.



Do céu ao inferno, nenhuma expressão define melhor o time da Carolina do Norte. Com a primeira escolha geral no draft de 2023, esperava-se que Bryce Young fosse ser a virada de chave para a franquia, sendo considerado, à época, o melhor quarterback da classe, o que não foi o caso. Foram 11 TDs e 10 interceptações para Young, mostrando que ainda há muito a ser feito para lapidar o potencial diamante que Carolina tem em suas mãos.

O mau desempenho da equipe lhes rendeu a pior campanha na temporada de 2023. Mesmo assim, os Panthers não possuem nem sequer uma escolha de primeira rodada, pois por conta de uma troca com os Bears, Carolina “perde” sua escolha de primeira rodada, e consequentemente, a primeira escolha geral desse ano. Além do mais, a equipe conta com um novo General Manager, Dan Morgan, e um novo Head Coach, Dave Canales, que terão a difícil missão de reerguer a franquia e lapidar seu QB.


Agora vamos apresentar quem são os agentes livres da equipe:


Unrestricted Free Agents

EDGE - Brian Burns

CB – C.J. Henderson

CB – Shaqil Griffin

LS – J.J. Jansen

  

Posições destacadas acima:


S: Safety

DE: Defensive End

DT: Defensive Tackle

CB: Cornerbacks

RB: Running Back

LB: Linebackers

OL: Outside Linebackers

K: Kicker

OT: Offensive Tackle

LS: Long Snappers

WR: Wide Receiver

TE: Tight End


Para maiores detalhes sobre as tags e quem seriam os principais jogadores de cada equipe, temos o texto explicativo:



Veja a seguir as maiores necessidades dos Panthers para 2024:



Dê tempo ao tempo

Não podemos crucificar um QB rookie por conta de uma temporada, ainda mais alguém com o talento de Bryce Young.

     

Erros acontecem, e o que mais importa é o aprendizado. Criou-se muitas expectativas com relação ao Bryce Young, além da pressão de ter que carregar nas costas uma franquia que teve como último bom QB Cam Newton, que deixou o time em 2019, com uma breve passagem em 2021. Dores de crescimento ocorrem, e não é uma temporada que define o futuro de um jogador na liga. Carolina tem que entender o potencial que possuem em suas mãos e aproveitá-lo o máximo possível, pois só com muito trabalho e dedicação que os Panthers conseguirão colher os frutos de seu QB.


Pensando em free agency, o time de Charlotte possui aproximadamente US$ 43 milhões (segundo o site Spotrac) para se reforçar. Por conta de apenas 6 escolhas no draft (1 na segunda rodada, 1 na terceira, 2 na quarta, 1 na quinta e 1 na sexta), a melhor opção seria a renovação dos cornerbacks C.J. Henderson e Shaqil Griffin, devendo chegar a quase US$ 11 milhões, e colocar a franchise tag em Brian Burns, totalizando mais de US$ 30 milhões. Assim a equipe pode focar suas buscas para Guard, tendo no mercado nomes como Robert Hunt e Kevin Zeitler, ou Center, contando com Connor Williams e Andre James como alguns dos jogadores disponíveis no mercado.

     

Endereçando essas duas opções, agora o foco do time será no draft, que por conta das 6 escolhas, terá que pegar jogadores certeiros para suprir as outras posições defasadas. Contando com uma boa classe de recebedores, Carolina poderá tranquilamente endereçar parte de suas escolhas para as posições de WR e TE, pois conta com uma ampla variedade de jovens talentosos. Por outro lado, o draft de 2024 traz consigo boas opções para a posição de EDGE, revelando ser quase que um prato cheio para os Panthers. E para finalizar, a equipe ainda pode escolher entre um jogador de secundária, reforçando a defesa e trazendo mais opções para a rotação, ou buscar mais alguma arma ofensiva para seu QB.


Agora temos um mock utilizando o pff.com

Agora algumas opões para Carolina no draft:

- Ja'Tavion Sanders – TE;

- Cade Stover – TE;

- Jaheim Bell – TE;

- Rome Odunze – WR;

- Troy Franklin – WR;

- Brian Thomas Jr. – WR;

- Adonai Mitchell – WR;

- Chop Robinson – EDGE;

- Jared Verse – EDGE;

- Kris Jenkins – EDGE;

- Blake Corum – RB;

- Bucky Irving – RB;

- Ray Davis – RB;

- Chris Braswell – LB;

- Jeremiah Trotter Jr. – LB;

- Payton Wilson – LB;

 



Este texto foi realizado por Thiago Ramos com a colaboração do Renan Dourado e Samuel Kyriazi e teremos muitas noticias das diversas ligas americanas. Siga o Dimensão MVP para notícias de NBA, NFL, MLB e muito mais: @DimensaoMVP no X e @dimensao.mvp no Instagram. Até a próxima!


*A opinião aqui emitida, é de total responsabilidade do autor e não necessariamente reflete a opinião do Dimensão Esportiva.


3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page