google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Mundial de clubes 2019: Saiba quais são os clubes que disputam o título

Atualizado: 10 de dez. de 2019

Além dos badalados Flamengo e Liverpool, mais 5 equipes brigam pelo status de melhor time do mundo


O Catar sediará a competição com estádios que serão usados na Copa do Mundo de 2022, o torneio começa nesta quarta-feira, 11 de Dezembro. Conheça as equipes:


Flamengo(CONMEBOL):


Definitivamente é um dos favoritos para a conquista. O time de Jorge Jesus vem de uma temportada histórica em território latino americano, conquistando a libertadores em cima do River Plate e o campeonato brasileiro com a melhor campanha da história dos pontos corridos com 20 clubes.


O clube rubro-negro irá disputar o mundial pela segunda vez em sua história, e possivelmente terá um "deja vú", de 1981, quando o time de Zico enfrentou o Liverpool da Inglaterra e sagrou-se campeão com um expressivo 3x0 na final.



Foto: Téo Benjamin / Mundo Rubro Negro


Liverpool(UEFA):


Se para alguns o Flamengo é favorito, para outros o Liverpool é o principal candidato à melhor time do mundo. O clube da cidade dos Beatles impôs respeito na Europa nessa última temporada, com um esquadrão comandado pelo excelente técnico alemão Jürgen Klopp.


Os reds tem um elenco invejável, Salah, Firmino e Mané são apontados como o melhor trio de ataque do mundo; na defesa, Klopp conta com os premiados Alisson e Virgil van Dijk.


A equipe brilhou contra rivais gigantes como o Barcelona de Messi e o Bayern de Munique; e conquistou a sua sexta Champions League.


O Liverpool tem motivação extra para vencer este título porquê quer dar o troco no Flamengo, quando foi derrotado para o time brasileiro em 1981.



Foto: Francois Lenoir / Reuters


Esperánce (África):


O clube da Tunísia é um dos mais populares do mundial e irá disputá-lo pela terceira vez, a segunda seguida.


O comandante da equipe é o ex-defensor tunisiano Moin Chaabani, que atuou pelo clube também como jogador, e está apenas no seu segundo ano como treinador, mas já conquistou três títulos. Entre eles, duas Ligas dos Campeões África e uma liga nacional. O craque do elenco é o atacante Taha Khenissi, que marcou 13 gols na última temporada.


O Esperánce é um possível adversário do Flamengo nas semifinais caso vença o campeão asiático.


Foto: Esperánce / Twitter


Al-Hilal (Ásia):


É o outro possível adversário do Flamengo nas semifinais. O time da Arábia Saudita foi a última equipe que Jorge Jesus treinou antes de chegar à Gávea. Logo, o português conhece bem as peças do clube.


Por outro lado, o mesmo fator vale para o time Saudita. Gustavo Cuéllar chegou ao clube no começo do ano e não jogou a Champions Asiática porque foi contratado após o prazo de inscrição. Mas o ex-flamenguista vem sendo titular na liga e com certeza jogará o mundial.


Além disso, a equipe saudita tem um dos ataques mais promissores da competição, Bafétimbi Gomis, atacante francês de 34 anos é o principal nome do elenco, ele já tem 43 gols desde que chegou na temporada passada, 11 deles na Champions Asiática, torneio em que foi premiado como melhor jogador. Junto com ele, o brasileiro Carlos Eduardo, ex- fluminense, também integra a equipe.


O meia italiano Giovinco, conhecido no futebol internacional, é outro nome que integra a equipe comandada pelo técnico romeno Razvan Lucescu.


O título deste ano é o terceiro do Al Hilal na Champions asiática. O clube também é o maior campeão da liga nacional com 15 títulos.



Foto: Steve Price / Forbes


Monterrey (CONCACAF):


O rico time mexicano estará pela quarta vez no mundial de clubes. O elenco tem jogadores com passagens por clubes europeus. Um dos destaques é o holandês Janssen, ex-Tottenham. Outros nomes conhecidos são o colombiano Pabón (ex-São Paulo), o lateral Layún e o goleiro Barovero (ex-River Plate). O treinador é Antonio Mohamed mais conhecido como "El Turco".


O Monterrey também aguarda um adversário para estreiar no torneio (Al Sadd ou Hienghène Sport), mas diferente de Flamengo e Liverpool, o clube entra nas quartas de final e não nas semifinais.



Foto: Monterrey / Twitter



Hienghène Sport (Oceania):


O vencedor da Liga dos Campeões da Oceania quebrou a hegemonia local dos times da Nova Zelândia. Com um elenco formado por amadores, a equipe do técnico francês Felix Tagawa entra no Mundial de Clubes na fase preliminar,  em que terá de enfrentar o Al Sadd. O maior orgulho do futebol da antiga colônia francesa Nova Caledônia é ter revelado o ex-meia Christian Karembeu, campeão mundial com a França em 1998 e com passagem pelo Real Madrid.


O brasileiro Marcos Paulo estará no mundial interclubes do Catar jogando pelo menos conhecido entre os 7 participantes do torneio. Revelado pelo Marília, o lateral-direito de 21 anos viajou mais de 14 mil quilômetros para chegar a Hienghène, cidade que fica a 400km de Nouméa, a capital Neocaledônia.


Como curiosidade, o campeão local entra na sétima fase da Copa da França, já que o arquipélago que forma a Nova Caledônia é um território ultramarino francês.


Além de Marcos Paulo, a equipe conta com o também brasileiro Pedro Varela, que no primeiro semestre defendeu o Tigres, do Rio de Janeiro.



Foto: Nova Caledônia / Twitter


Al Sadd (clube convidado):


O atual campeão da Liga do Catar entra no Mundial de Clubes para representar a sede do torneio. O time forma a base da seleção nacional, que neste ano ganhou de forma inédita a Copa da Ásia. A principal estrela fica no banco de reservas. O ex-meia espanhol Xavi, ídolo do Barcelona, é o treinador do time desde maio deste ano. As estrelas do elenco são o também espanhol Gabi, meia com passagem pelo Atlético de Madri, e o meia Al Haydos, camisa 10 da seleção do Catar


Foto: AFP / Catar

44 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page