google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Memphis Grizzlies X Minnesota Timberwolves: o confronto dos jovens pelo futuro da NBA

Os novos talentos da NBA batalham na primeira rodada dos playoffs por voos mais altos
(Enterrada de Karl-Anthony Towns no jogo 1)
(Enterrada de Karl-Anthony Towns no jogo 1)

O futuro da NBA já está garantido em boas mãos! Os dois times mais jovens da pós-temporada, Minnesota Timberwolves e Memphis Grizzlies se encontram na primeira séries dos playoffs na Conferência Oeste para um longo e disputado confronto.


Se no Timberwolves temos a dupla Anthony Edwards e Karl-Anthony Towns (KAT), no outro lado encontramos o segundo colocado da conferência com Ja Morant, em uma temporada com números de MVP, sendo colocado como um dos favoritos ao prêmio de melhor evolução de jogador (MIP) ao lado de uma equipe cheia de jogadores promissores.


No jogo 1, já tivemos um gostinho de um confronto digno de playoffs. Um KAT imparável para cima da cesta, disputando com a marcação do ala-pivô Jaren Jackson Jr., que distribui tocos para o restante dos adversários. Ja Morant decolando para enterradas brutais, enquanto Berverley tenta o anular em uma defesa incessante. Anthony Edwards sendo o quarto jogador mais jovem a pontuar mais de 30 pontos em um jogo 1. A disputa foi inteira acirrada, mas nos últimos momentos do quarto período o Timberwolves tomou a liderança e finalizou com 130 a 117.


Apesar dessas equipes não terem muita pressão para conquistar o título, em curto prazo, a vontade de ambos para ganharem e alçarem a voos mais altos, promete que haverá um espetáculo com muito suor em quadra.


Tanto os Timberwolves, quanto os Grizzilies surpreenderam para a temporada 2021-2022 , por conseguirem, mesmo com a pouca experiência, se destacar com tanto êxito.


(Anthony Edwards anotando 36 pontos no jogo 1 contra Memphis;  Reprodução: Instagram/@timberwolves)
(Anthony Edwards anotando 36 pontos no jogo 1 contra Memphis; Reprodução: Instagram/@timberwolves)

O Memphis Grizzlies chegou com uma inesperada campanha, pois mesmo tendo eliminado o Golden State Warriors no play-in, temporada passada, ningúem esperava a segunda colocação na conferência (56-26). Isso não se dá somente por conta da rápida evolução de Ja Morant, arrancando performances impressionantes e tornando-se um all-star, e sim daqueles que o rodeiam formando um excelente time.


Mesmo nos jogos quando o astro esteve fora de quadra, por conta de lesões, o treinador Taylor Jenkins (candidato ao prêmio de Treinador do Ano) conseguiu manejar os jovens talentos, como Jaren Jackson Jr. (JJJ), Brandon Clarke e Desmond Bane, e o veterano Steve Adams- menção justa, pois o pivô neozelandês ainda manda bem nos rebotes. Aliás, o Memphis conseguiu engatar até mais sequências vitoriosas sem sua super-estrela.


(Memphis Grizzlies, com Ja Morant; Reprodução: Instagram/@memgrizz)
(Memphis Grizzlies, com Ja Morant; Reprodução: Instagram/@memgrizz)

Já, o seu adversário está alguns anos longe dos playoffs, e começam, finalmente, a sentir pisos mais concretos da reconstrução de sua franquia. Karl-Anthony Towns foi quem liderou essa mudança, draftado na primeira escolha de 2015 lidou vários insucesso em quadra nesse processo, sofreu muito com algumas barreiras técnicas e pessoais, com o falecimento de sete familiares, incluindo sua mãe, por Covid-19, até se tornar um All-star. Ao seu lado Anthony Edwards, outro promissor talento da liga, que em no seu segundo ano não apreende sua agressividade para pontuar e enterrar em cima de qualquer um. Juntos, eles formam uma dupla com um brilhante potencial, mas agora com a ajuda de D'Angelo Russell na linha de três e a marcação defensiva de Patrick Berverley já vem conseguindo render bons resultados, como ao eliminarem os Clippers no play-in e entrarem nos playoffs, na sétima posição.


Os jogos só estão começando, e, indepentemente, do resultado final, ambas franquias conseguiram dar um grande avanço nessa temporada. Enfim, o futuro da NBA está cada vez mais próximo.


(Texto escrito por: Ian Casalecchi)

24 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page