google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

LoL: final de semana de decisões é marcado por favoritos levando o título

O final de semana teve grandes séries entre times novatos e veteranos nas decisões do primeiro split do Academy e CBLOL


CBLOL Academy

A escalação do Flamengo Academy para a final contou com Cacah, Asta, o experiente Goku, Netuno e Bounty (Foto: Divulgação/Riot Games)


O sábado (17) começou com a decisão do CBLOL Academy, o campeonato de base do League of Legends. Os rubro-negros levaram o título, mas a final entre FURIA e Flamengo se mostrou poderosa. No primeiro jogo, FURIA se destacou com ST3PZ jogando de Kai’Sa. No entanto, os rubro-negros conseguiram se organizar e diminuir a diferença, equilibrando o jogo. O cenário da partida foi definido depois que o Fla conseguiu o objetivo do Barão, que possibilitou a abertura do mapa inimigo. A Pantera tentou iniciar um dragão, mas os rubro-negros contestaram com uma team fight e levaram a melhor, já que conseguiram um ace. Depois disso, partiram para a base da FURIA e levaram a primeira vitória do dia.


O segundo jogo mostrou todo o potencial que o time da FURIA tem. Voltando com a Kai’Sa, St3PZ foi o destaque da partida com 15 abates. Nas team fights, as Panteras levaram a melhor em cima do Flamengo, que deu um susto ao conseguir roubar um Barão. A resposta veio com a FURIA pegando um dragão das nuvens. A finalização da partida veio com a invasão dos jogadores da FURIA na base inimiga. Entre derrubar torres e inibidores, quatro jogadores da Pantera foram abatidos e, contra todas as possibilidades, ST3PZ usou um feitiço para ressuscitar e derrubou o Nexus rubro-negro.


Com tudo igual novamente, o terceiro jogo iniciou com grande pressão da FURIA, que contou com o first blood, mas o Flamengo, com o experiente Goku, não se abateu. Com grande controle de mapa, o Fla cumpriu os objetivos de mapa pegando os bônus de Dragão e Barão. Não foi difícil chegar na base e derrubar o Nexus em 25 minutos de partida.


O quarto e último jogo começou parecido com o anterior, com o first blood na conta da FURIA, seguido de ace para cima do Flamengo. Porém, rapidamente o cenário mudou e o Flamengo ditou a partida; Goku, jogando de Sylas, foi o destaque do jogo e trouxe a sequência digna de ser a última da série: uma team fight foi iniciada na base da FURIA,, Goku fez um lindo pentakill e com o ace, foi só destruir o inibidor das Panteras para consagrar o GG e o título de primeiros vencedores do CBLOL Academy.


Confira os jogadores que participaram da final:

FURIA: Betao, Goot, Aslan, ST3PZ e ProDelta

Flamengo: Cacah, asta, Goku, Netuno e Bounty


CBLOL

O time de peso da paiN para a final contou com Robo, Cariok, Tinowns, brTT e Luci

(Foto: Divulgação/Riot Games)


Depois de seis anos de jejum, a paiN Gaming foi a grande vencedora do primeiro Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL), neste domingo (18). A final entre VORAX - time criado no ano passado, numa junção entre Falkol e Prodigy Esports - e paiN trouxe grandes embates e emoções. O primeiro jogo começou com a VORAX dando uma aula de controle de mapa e objetivos. Os Vorazes levaram a melhor em números de abates, só Matsukaze, jogando de Ophelios, teve 11 em sua conta, tudo isso sem morrer. Os Vorazes chegaram na base inimiga e destruíram o inibidor do topo. A paiN não deixou se abater e lutou até o último minuto, mas a VORAX conseguiu o bônus de barão e foi com tudo para destruir o Nexus e garantir a primeira partida do dia.


O segundo jogo começou com a mesma pressão na movimentação do nível 1 na rota do topo pela VORAX. Mas Cariok, jogando de Hecarim, mudou todo o cenário ao fazer um double kill e abalar a lane. O mesmo Cariok protagonizou uma das maiores gafes do jogo: matou o Arauto, mas esqueceu o Olho que dava o bônus no rio. O acontecimento não abalou o time, que conseguiu um objetivo de Dragão e,em seguida, derrubou a primeira torre da partida. A sinergia dos Tradicionais se mostrou clara, tendo boas team fights, assegurando os objetivos de mapa e ainda garantindo um ace, que abriu os caminhos para destruir o Nexus da VORAX.


Com tudo empatado, o terceiro jogo começou mais lento que os anteriores. Os Vorazes não conseguiram forçar o nível um como antes. O first blood foi da VORAX, Yampi (de Volibear) não perdoou Cariok, que jogou de Olaf; depois veio um double kill do fNB, que jogou de Gnar. Parecia que tudo poderia se encaminhar bem para os Vorazes, mas os Tradicionais começaram a ganhar espaço ao ganharem os bônus de Dragão. O destaque mesmo veio quando o “pai” começou a brilhar. A Jinx de brTT foi responsável por um lindo triple kill e por outros abates durante a partida, totalizando oito para a conta do pai. A VORAX ainda teve fôlego para as lutas posteriores, garantiu um Barão e ganhou uma confiança que custou caro. Os Vorazes decidiram se aproximar da base inimiga, parecendo que queriam iniciar a luta, mas a jogada deu completamente errado e a paiN surpreendeu o time, obliterando quatro de seus jogadores. Com as rotas previamente limpas, a paiN só precisou chegar na base para destruir o Nexus e garantir sua segunda vitória.


A última partida veio com uma paiN mostrando que sabia o que estava fazendo. Tinowns, jogando de Zoe, garantiu o primeiro abate do jogo em cima de Yampi (que jogou de Graves). Algo primordial para o Gragas do CarioK que teve grande controle da selva, abrindo espaço para que o rio fosse praticamente da paiN, que levou muitos objetivos na região. Voltando para Tinowns, o early game dos Tradicionais foi protagonizado por uma grande quantidade de kills do mid laner, que anotou oito abates na sua conta, tudo isso sem morrer. Muito do jogo da VORAX se desenvolveu para lidar com os danos. O final se desenrolou com a paiN conseguindo o bônus de Barão, seguido de uma alma de Dragão das Nuvens. A marcha para a base dos Vorazes foi inevitável, os inibidores caíram um a um, seguidos do Nexus, consagrando o tricampeonato da paiN Gaming, depois de seis anos sem levar a taça para casa.


Confira as equipes:

VORAX: fNB, Yampi, Krastyel, Matsukaze e Wos

paiN Gaming: Robo, Cariok, Tinowns, brTT e Luci


MSI 2021

A paiN Gaming agora se foca no Mid Season Invitational (MSI), um torneio internacional que marca o fim dos campeonatos do primeiro Split. Este ano, o MSI acontece entre os dias 06 e 22 de maio, na Islândia.

A tabela da fase de grupos do MSI fica completa com a paiN Gaming levando a vaga

do CBLOL (Foto: Divulgação/Riot Games)


Os times participantes são:

Grupo A: Royal Never Give Up, GAM, Unicorns of Love e Pentanet

Grupo B: MAD Lions, PSG Talon, Istanbul Wildcats e paiN Gaming

Grupo C: DWG KIA, Cloud9, Infinity e DetonatioN FocusMe




78 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page