google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Lebron, o maior cestinha da NBA


Nesta quarta-feira (9), Lebron James consolidou sua realeza se tornando o maior pontuador da história da NBA. Com 38 pontos na partida contra o Oklahoma City Thunder, James supera a marca de 38.387, que pertencia a Kareem Abdul-Jabbar.


Atingir esse feito, de fato, não é para qualquer um, apenas alguém com as habilidades e determinação de Lebron conseguiriam realizar tal coisa. São 20 anos na liga, jogando no mais alto nível de basquete.


O jogo ocorreu na própria casa dos Los Angeles Lakers, que encheu seu ginásio para ver Lebron realizar tal feito. Os ingressos mais baratos custavam 434 dólares (cerca de 2.172 reais). Nos assentos estavam várias celebridades, ex-jogadores e o próprio Kareem (ex-dono da marca) para prestigiar a quebra do seu recorde.


Na metade do terceiro quarto, o estádio foi abaixo quando Lebron em “fade away” se tornou o maior cestinha da história. Após o lance, o jogo é interrompido por cerca de 10 minutos para celebrar o ato, entrando na quadra amigos, familiares e a imprensa. Com uma apresentação do Adam Silver, comissário da NBA, o Abdul-Jabbar entrega a bola do jogo à James. Emocionado, James discursa agradecendo a todos pela homenagem: “Nunca poderia imaginar nada melhor do que essa noite em um milhão de anos. Obrigado, gente.”


Lebron James marca e se torna o maior pontuador da história (Reprodução: Instagram/@lakers)


Da primeira cesta à coroa


Em 29 de outubro de 2003, Lebron James marcou sua primeira cesta durante sua estreia na NBA, no qual ele fez 25 pontos contra o Sacramento Kings. O jogador cumpriu a expectativa que ele carregava desde o ensino médio, quando a mídia norte-americana já o apontava como “o escolhido” (“the chosen one”).


E sem brincadeira ele excedeu essa expectativa, ganhou prêmio de Rookie of the Year, 3 All-Star MVP, 4 MVP’s, quatro anéis de campeão - sem contar a participação em 10 finais, nas quais 8 foram consecutivas. Além disso, está na 6º posição dos jogadores com mais assistências da história.


De fato, ele merece o posto do qual ele se intitulou “King James”, o garoto de Akron, Ohio, se tornou maior do que ele jamais pensou. Ele é um dos únicos jogadores a chegar perto de Michael Jordan - o melhor da história. Não à toa, na entrevista aos novos jogadores draftados da NBA, há uma disputa parelha sobre quem é o G.O.A.T, entre Jordan e Lebron.

Lebron James é o que Jordan foi para os jovens que começaram a acompanhar basquete a partir dos anos 2000, visto sua dominância nas últimas duas décadas.


Chegando em sua vigésima temporada, Lebron James não demonstra sinais de se aposentar tão cedo, e como diz pretende ainda jogar com seu filho na NBA. Enquanto isso, ele continuará fazendo história toda vez que pisar em quadra, batendo mais recordes e fazendo mais cestas.



Kareem passando o "bastão" para Lebron (Reprodução: Ronald Martinez/Getty Images)

(Texto escrito por: Ian Casalecchi)
15 visualizações0 comentário

댓글


bottom of page