google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Gimnasia quebra tabu histórico e vence Estudiantes por 2 x 1


Foto: Reprodução/ Fotobaires.


A comemoração dos torcedores do Gimnasia ao término da partida parecia um título neste domingo (19). Porém tratava de uma vitória inesquecível sobre o Estudiantes por 2 x 1 pela Liga Argentina. O resultado quebrou um tabu de 13 anos sem triunfos sobre o maior rival. A partida teve transmissão do Dimensão Esportiva.


Mesmo assim, quem saiu na frente foi o Estudiantes. Aos 3 minutos, Piatti fez uma bela jogada e cruzou para Boselli, que como bom centroavante, dominou e chutou para o fundo do gol de Tomás Durso. O lance acordou o time da casa, que começou a atacar o rival, porém sem conseguir grande perigo. Aos 28 minutos, aconteceu um episódio inusitado. Na lateral do campo, o jogador Zaid Romero deu um carrinho para buscar uma bola e recebeu um chute do técnico do Gimnasia Sebastián Romero. O árbitro Facundo Tello não teve dúvidas: expulsou o treinador da equipe da casa, que prejudicou o andamento da etapa. Final de primeiro tempo: Gimnasia 0 x 1 Estudiantes.


Na segunda etapa, a pressão do Gimnasia continuou e surtiu efeito aos 10 minutos. Em um cruzamento para área, Lescano subiu mais alto que a zaga e cabeceou sem chances para Mariano Andújar. O público foi a loucura, o que demonstrava que aquela tarde poderia ser histórica. Aos 38 minutos aconteceria o lance da partida. O atacante Ramirez sofreu penalti para o Gimnasia y Esgrima. Tarragona foi o encarregado para a cobrança mais importantes do Gimnasia nos últimos anos. O atleta bateu no alto, sem chances para Andújar e o estádio pulsou. As câmeras mostraram os torcedores: choro, alegrias, êxtase e gritaria eram as reações mais vistas. Durante 13 anos viam seu time perder para o maior rival, mas isso teve um final.


Quando o árbitro Facundo Tello apitou o final de jogo, os sentimentos que comentei acima aconteceram. Dessa vez, teve uma invasão no campo, de torcedores que viram a história ser feita no estádio Juan Carmelo Zerillo.


Com o resultado o Gimnasia subiu da 28° posição para a 24°, uma a menos que o Estudiantes, 23° colocado.

8 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page