google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Gabe Vincent, de não-draftado à peça crucial

Gabe Vincent vem sendo o melhor jogador do Miami Heat nas últimas partidas de playoff. Um jogador fundamental na série contra Boston e muito importante na vitória do Heat sobre os Nuggets que levou a série ao 1x1. Mas antes de tudo isso, você conhece a trajetória do armador no basquete profissional?


Foto: Divulgação Instagram/Miami Heat

Atleta de UC Santa Barbara no college de 2014 a 2018, Gabe Vincent participou de 113 partidas pela universidade anotando uma média de 12.8 pontos por jogo. No draft da NBA de 2018, o armador treinou nas instalações do Sacramento Kings mas acabou não sendo escolhido pela equipe no grande dia. Os Kings o ofereceram um contrato mínimo de um ano ao jogador e logo desistiram dele na NBA, enviando-o para a equipe de desenvolvimento da G-League, o Stockton Kings.


Em duas temporadas na G-League, Vincent melhorou seu basquete e saiu de uma média de 8.8 para 23.4 pontos por jogo. Em 2020, o Miami Heat assinou um contrato two-way com o jogador, assim ele jogou na NBA e na G-League, sendo o Most Improved Player da liga de desenvolvimento naquele ano.


A Summer League de 2021/22 antecipou a assinatura do contrato definitivo de Gabe Vincent com o Miami Heat. Ele teve boa minutagem na temporada e terminou sendo escalado como reserva de Kyle Lowry. Hoje é o armador titular da equipe nas finais da NBA. Nos últimos 10 jogos, sua média foi de 14.4 pontos por jogo, 50% de aproveitamento da linha de três pontos, 2.6 assistências e 1.8 rebote.


Mentalidade vencedora

Shaquille O’Neal perguntou a Gabe Vincent sobre os Nuggets serem vistos como favoritos na série:

“Vocês estão desapontados de não estarem recebendo o respeito que merecem?”, perguntou Shaq.

Gabe Vincent respondeu:

“Eu falo por todo o time quando eu digo que não dou a mínima. Nós só queremos vencer quatro jogos. Nós não nos importamos com nada além disso”.

Não se importar com nada além da vitória diz muito sobre o caminho do Miami Heat até as Finais. A equipe terminou a temporada regular em oitavo lugar, perdeu a primeira partida do play-in e conseguiu se classificar contra o Chicago Bulls nos minutos finais. Depois passaram pelo Milwaukee Bucks, New York Knicks, Boston Celtics (em uma série absurda) e agora buscam o título da NBA em um desafio gigantesco contra o Denver Nuggets. Os Nuggets são os favoritos? Com certeza. Mas o maior aprendizado desta pós-temporada é que jamais podemos descartar o Miami Heat.


5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page