google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Flamengo tropeça em sua estreia na Libertadores e empata com o Millonarios em Bogotá


Millonarios e Flamengo se enfrentaram no Estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia, a mais de 2600 metros acima do nível do mar. O jogo válido pela 1ª rodada do Grupo E da CONMEBOL Libertadores terminou empatado em 1 a 1, resultado melhor para a equipe da casa.


O técnico Tite fez algumas mudanças no time que vinha jogando regularmente. Bruno Henrique, David Luiz e Igor Jesus começaram como titulares, poupando Léo Pereira, Luiz Araujo e De La Cruz. O último teve uma febre viral antes do jogo e, mesmo viajando para a Colômbia, não ficou nem como opção no banco.

O Flamengo fez um começo de jogo com chances perigosas. Logo aos 4 minutos do 1º Tempo, Bruno Henrique escorou para a área, onde Matias Viña apareceu sozinho e chutou de direita para longe da meta adversária. Pouco tempo depois, em grande jogada de Arrascaeta, Bruno Henrique pegou a sobra e chutou bem, mas parou em boa defesa do goleiro Montero.


Apesar do Mengão começar melhor, o Millonarios não ficou para trás. A equipe colombiana tinha boas escapadas e aos poucos passou a dominar a partida. A principal chance dos Millos veio aos 36 do 1º tempo, quando após cruzamento de Alfonzo, Leo Castro cabeceou na trave do goleiro Rossi. A bola ainda sobrou para Vásquez, que no susto chutou para fora. O Millonarios terminou a 1ª etapa com 13 finalizações contra 3 do Flamengo, entretanto, houve apenas 1 chute em direção ao gol para ambos os lados.


O 2º tempo veio com mudanças, Allan entrou bem no lugar de Igor Jesus e ajudou o Flamengo a dominar melhor o meio-campo e sofrer menos riscos. Foi com essa posse da bola que Pulgar, após finalização bloqueada, achou bem Arrascaeta dentro da área. O uruguaio ficaria de frente com o goleiro, mas foi empurrado pelo volante Larry Vásquez. Por não ter disputado a bola e impedir uma chance clara de gol, o jogador colombiano tomou um cartão vermelho, além do pênalti marcado. Pedro foi para a cobrança e fez seu 12º gol no ano e 1º do Flamengo na Libertadores.


Com um a mais e com o domínio rubro-negro, a partida parecia decidida e que logo o Flamengo encontraria mais um gol para definir a vitória. O que o clube carioca não esperava era o poder decisivo de uma substituição promovida pelo técnico Alberto Gamero. Ele coloca Emerson Rodríguez e Daniel Ruíz aos 34, e aos 35, Rodríguez faz jogada individual na direita e toca para Ruíz empatar o placar.

Esse gol quebra uma sequência de 1135 minutos sem sofrer gols do goleiro Rossi. O argentino ainda não havia sofrido gols em 2024. O Flamengo ainda tentou buscar uma pressão para buscar a vitória nos minutos finais, mas não conseguiu.


Flamengo volta a jogar no domingo, na partida de volta da final do Carioca, contra o Nova Iguaçu. A 2ª rodada da Libertadores acontece no dia 10/04, contra o Palestino-CHI, no Rio. A próxima partida do Millonarios é dia 11/04 contra o Bolívar, na Bolívia, pela 2ª rodada do Grupo E da Liberta.


12 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page