google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Entre pressões e contra-ataques, City e Chelsea empatam no Etihad

Donos da casa correm atrás do prejuízo e arrancam empate para se manter na caça à liderança do Campeonato Inglês. Visitante estaciona no meio da tabela e distante das competições UEFA.



Manchester City e Chelsea se enfrentaram pela 25ª rodada da Premier League neste sábado (17) na cidade dos Citizens. Os Blues até saíram na frente, mas os comandados de Guardiola foram buscar o placar. Confira agora um resumo do confronto, transmitido pelo Dimensão Esportiva.


Primeiro tempo:


A etapa inicial começou com os times se estudando, envolvidos em trocas de passes e movimentações. E só aos 11 minutos a primeira grande chance: Júlian Álvarez colocou a bola na cabeça de Haaland, que mandou por cima da meta dos Blues. Primeiro gol perdido pelo norueguês (vai anotando aí).


A resposta do Chelsea veio em contra ataques. Após jogada individual, Sterling bate colocado para a defesa de Ederson aos 12. E, após novo contragolpe, Malo Gusto colocou Jackson na cara do gol, mas o atacante demorou para finalizar e Ederson fez a defesa na metade do primeiro tempo.


Seguiu-se um jogo brigado pelo meio e agitado pelas laterais dos times, até que Sterling, sempre ele, recebeu livre, e parou no goleiro brasileiro novamente. Logo na sequência mas para os Citizens, Doku bate fraco para defesa de Petrovic aos 32. Minutos depois, o contra ataque finalmente funciona para os visitantes. Sterling recebe de Jackson, corta Walker e bate colocado, abrindo o placar para os Blues no Etihad!


Para fechar a primeira etapa, Disasi salva o amigo Jackson, sim o que fez a jogada do gol, de marcar contra aos 44 minutos. Álvarez e Haaland também tentaram mas sem sucesso no fim da primeira etapa.


Segundo tempo:


Como era de se esperar, a partida recomeça com o City pressionando. Logo aos 2 minutos, De Bruyne bate perigosamente por cima em cobrança de falta. Três minutos depois, mais uma chance perdida de Haaland, a segunda no jogo: cruzamento na medida de Àlvarez e o norueguês deu de canela na bola, mandando pra fora.


Segue a tônica do primeiro tempo: City tentando trabalhar no campo de ataque, e o Chelsea apostando nos contra golpes. Em um deles, Sterling bate bem e Ederson faz um milagre no Etihad. Na volta, o brasileiro pega novamente no rebote e a zaga tira aos 10.


Perto da metade da segunda etapa, Haaland bate firme, Disasi desvia e Petrovic faz um milagre. Em seguida, mais um contra golpe perdido pelos Blues: Jackson e Enzo Fernandez se atrapalham no chute e a bola sai por muito.


Continuando a pressão do City e o azar de Haaland: o camisa 9 recebe livre o cruzamento de De Bruyne e manda para fora. De cabeça, a terceira chance perdida por ele ao 32 do segundo tempo. Mas 5 minutos depois, o alívio veio. Rodri pegou o rebote do chute de Walker e fuzilou o gol de Petrovic. Foi o empate do City em Manchester.


Pressão que segue até os acréscimos finais do jogo, onde o próprio Rodri cabeceia na pequena área, a bola desvia em Chalobah e passa centímetros da trave, dando números finais para a partida: 1 a 1 no Etihad Stadium.


Destaques individuais:


Rodri: Garantiu o empate e sua invencibilidade com o City: 1 ano sem perder em campo;

Malo Gusto: Fez muito bem a lateral do Chelsea com segurança;

Ederson: Operou milagres e parou contragolpes dos Blues;

Sterling: Fez o ataque do Chelsea funcionar quando esteve em campo, além do gol;

Disasi: Partida de manual do zagueiro, parou tudo o que conseguiu.


Próximos confrontos:


Na próxima terça-feira (20), o City recebe o Brentford em Manchester às 16h30. Já o Chelsea, que folga durante a semana, enfrenta o Liverpool no domingo (25) a partir das 12h30 pela final da Copa da Liga Inglesa.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page