google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Em noite de Marquinhos, Fluminense triunfa pela Libertadores

Fluminense e Colo-Colo do Chile se enfrentaram nesta terça-feira (9) pela segunda rodada da Libertadores e, o Tricolor das Laranjeiras saiu vencedor em jogo movimentado no Maracanã.



PRIMEIRO TEMPO

A partida se iniciou com o Colo-Colo jogando mais em cima e os donos da casa em seu toque de bola tradicional. E não tarda para fazer efeito... Marquinhos recebe na ponta, corta a marcação e bate colocado para fazer um golaço aos cinco minutos! 1 a 0 Flu no Maraca. Rodando com mais posse de bola e placar favorável, o tricolor coloca o adversário para correr atrás de si.


Entretanto, sem efetividade nessa posse de bola toda, o castigo veio. Aos 18, o Colo-Colo tem escanteio à seu favor e não desperdiça. Leo Gil cobra na cabeça de Paiva que iguala o placar. O time chileno cresce na partida, que começa a apostar nos toques de bola.


Chegada a metade da primeira etapa, ambas as equipes ficam com intensidade forte e muito toque de bola verticalizado, mas poucos resultam em algo perto da área.

Marcelo, no minuto 30, pegou o famoso "sem pulo" e mandou na veia. Só não tivemos um golaço por desvio de Pavez, que jogou para escanteio.


Aos 37, Ganso acha passe milimétrico para Lima, dentro da área, que se embola e chuta para fora, desperdiçando grande chance para o Fluminense. A tônica dos ataques segue a mesma acompanhado pela falta de oportunidades claras até o intervalo, que chega com a igualdade no placar.


SEGUNDO TEMPO

O Fluminense volta para a etapa final retendo mais a posse da bola e, assim como no primeiro tempo, não tardou a fazer efeito. Aos cinco minutos, Marquinhos ajeita e cruza na cabeça de Cano para o segundo gol tricolor. Curiosamente, assim como também aconteceu pós primeiro tento, o Flu desacelera o passo e administra em toques de bola o resultado.


A metade da etapa final chega com susto para o Flu. Depois de voltar a dividir a posse da bola, o Colo-Colo chega com Vidal, que chuta na pequena área, porém, acaba parando em milagre de Fábio. Enorme defesa do goleiro Tricolor e na volta, André intercepta.


Aos 30, um lance capital. Zavala chuta, a bola explode em Paiva, volta para ele que completa para o gol de Fábio. Mas o VAR chama a arbitragem que anula o empate por toque de mão no meio do lance. O Flu se encontra acuado em seu campo de defesa.


Com um a mais depois que Wiemberg recebeu o segundo amarelo, o Tricolor se lança mais ao ataque e chega com perigo após cobrança de falta de Terans, que passa por cima aos 37 minutos. Já nos acréscimos, Marcelo também bate infração para fora, se tornando a última finalização da partida.


Para um público de mais de 44 mil pessoas, o Fluminense triunfa pela primeira vez nessa Libertadores por 2 a 1 em casa.


Destaques individuais


Marquinhos: marcou o primeiro gol e deu assistência para o segundo. Melhor da partida;

Cano: desempatou a partida e se movimentou bem. Decisivo;

Fábio: crucial para o resultado com ótimas intervenções e um milagre contra Vidal;

Vidal: fez o que pode no meio campo, entre chutes e confusões. Bom jogo do meia.


Próximos confrontos


O Fluminense volta à campo no sábado (13) pela 1ª rodada do Brasileirão, no Maracanã, contra o Red Bull Bragantino às 21h. Já o Colo-Colo pega o Cobreloa, no Monumental, segunda-feira (15) às 21h30 pelo Campeonato Chileno.

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page