google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Em jogo equilibrado apesar da chuva, Corinthians e Palmeiras empatam primeiro clássico de 2023


Renato Augusto disputa a posse da bola com Zé Rafael e é acompanhado de Rony, camisa 10 do Palmeiras, e Roni, camisa 29 do Corinthians
Foto: Divulgação/Ag. Paulistão

Corinthians e Palmeiras fizeram na noite de quinta-feira um jogo à altura do que se espera de um clássico como foi o primeiro Derby da temporada de 2023. O jogo válido pela 9ª rodada do Paulistão e transmitido pelo DE, opôs em campo duas das melhores campanhas da primeira fase do torneio além de São Paulo e São Bernardo, e terminou empatado num duelo o qual os goleiros trabalharam para evitar gols e a chuva inundou o gramado da Neo Quimica Arena.


No primeiro tempo, empurrado por sua torcida de mais de 45 mil pessoas, o Timão começou atacando e abriu o placar aos 08 minutos com Róger Guedes recebendo assistência de Renato Augusto na meia-lua, e o camisa 10 finalizou pelo lado esquerdo sem chances para Weverton alcançar. Após o gol corintiano, e de quase ter sofrido o segundo num desvio do zagueiro palmeirense Murilo que foi salvo pelo guarda-metas do time na base de um carrinho em cima da linha, o Verdão que já pressionava no contra-ataque em busca do empate o consolidou aos 42 minutos com Rony, ao ser presenteado por um lançamento de Raphael Veiga, o que se repetiria no início da etapa seguinte do clássico.


O segundo tempo começou com a equipe de Abel Ferreira construindo sua virada em nova tabelinha entre Raphael Veiga e Rony. Aos 07 minutos, em escanteio pelo lado esquerdo, o meio campista palmeirense fez mais um cruzamento desviado de cabeça pelo camisa 10companheiro de equipe, e que apesar de marcado pelo zagueiro Gil, enganou o goleiro Cássio, e pôs o Palmeiras à frente do marcador em Itaquera. Diante de sua torcida, que em nenhum momento se silenciou apesar da chuva que não deu trégua na Zona Leste da capital paulista e inundou o gramado da Arena, o elenco de Fernando Lázaro não cessou em mudar o rumo da partida até então ditado pelo rival, e fez Weverton trabalhar o quanto pôde para evitar o empate corintiano. Até que aos 32 minutos, Giuliano, que voltou à equipe titular na partida anterior contra a Portuguesa, em Brasília, fez um lançamento na direita que encontrou Gil dentro da área, e de pé direito empatou o Derby em 2 a 2, mantendo assim o placar até o final do jogo, e a invencibilidade das duas equipes em clássicos na temporada de 2023.


Liderando o Grupo C com 15 pontos e 6 a mais que o São Bento, o Corinthians volta a campo no próximo domingo (19) às 18h30, diante do Mirassol na Neo Quimica Arena. E o Palmeiras joga apenas na próxima quarta-feira (22) às 21h35, contra o Bragantino no Allianz Parque, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. Apesar do empate, o verdão se mantém líder da classificação geral do estadual e do grupo D, com 4 pontos a mais que o São Bernardo, o qual ainda possui um jogo a menos e cumpre a tabela da 8ª rodada contra o Ituano também na quarta às 19h30, no Novelli Júnior, em Itu.


Informações gerais da partida - Com informações do jornal O Estado de S.Paulo

CORINTHIANS 2 X 2 PALMEIRAS


CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Roni (Fausto), Renato Augusto e Giuliano; Adson (Romero), Róger Guedes e Yuri Alberto. Técnico: Fernando Lázaro.


PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gómez, Murilo e Piquerez (Vanderlan); Zé Rafael, Gabriel Menino (Jailson) e Raphael Veiga (Atuesta); Rony, Dudu (Giovani) e Endrick (Breno Lopes). Técnico: Abel Ferreira.


Gols: Róger Guedes, aos 8, e Rony, aos 42 do 1ºT; Rony, aos 7, e Gil, aos 32 do 2ºT.

Juiz: Raphael Claus.

Cartões amarelos: Gabriel Menino, Róger Guedes, Jailson

Público: 45.528 torcedores.

Renda: R$ 2.582.382,00.

Local: Neo Química Arena.




12 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page