google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Em jogo de muitas emoções, Celtic e Rangers ficam no empate

O jogo aconteceu no Ibrox Stadium, casa dos Rangers. e foi muito movimentado por ambos os times, tendo emoção até o último minuto.



Foto: Twitter/RangersFC.


O Old Firm Derby, como é chamado o clássico entre Rangers e Celtic, foi muito emocionante, com o placar terminando em 3 a 3. O Celtic chegou a abrir 2-0, ainda no primeiro tempo de partida, mas no segundo tempo, houve a reação do Rangers, indo buscar o empate já nos acréscimos.


Nos últimos seis clássicos entre os times, foram três vitórias do Celtic, uma vitória do Rangers, e agora, dois empates. Com o empate no jogo deste domingo (7), o Celtic mantém um ponto de frente, em relação ao Rangers, mas o rival tem um jogo à menos, o que pode fazer muita diferença na briga por título.


Primeiro tempo

Logo no primeiro lance de jogo, com 20 segundos, a bola é recuada para Joe Hart, que dá chutão para frente e a bola chega em Daizen Maeda, que bate de fora da área, e rasteiro, para abrir o placar na partida.


Aos 25 minutos, novamente uma finalização de Maeda, que dessa vez obrigou boa defesa de Jack Butland. Aos 30, acontece lance polêmico na área do Rangers, com o jogador Connor Goldson botando o cotovelo na bola. O juiz foi ao VAR e confirmou o pênalti para o Celtic. Matt O'Riley foi para a bola, e bateu no meio do gol, para deixar o placar em 2 a 0.


Em grande primeiro tempo, o japonês Maeda faz boa jogada, e acha Johnston na lateral, que cruza para Nicolas Kuhn cabecear com perigo, mas o goleiro Butland faz boa defesa, e evita mais um gol do Celtic.


Fábio Silva, em boa jogada individual, chega na área, e bate pro gol, com Hart fazendo a defesa, que deu rebote para o próprio Fábio Silva chutar novamente, mas o goleiro do Celtic faz outra defesa e neutraliza o ataque do Rangers.



Segundo tempo

Aos seis minutos, o jogador Johnston fez carrinho em Fábio Silva dentro da área. O juiz foi para o VAR e dá pênalti, mas sem cartão para o defensor do Celtic (que já estava amarelado). James Tavernier bate o pênalti para o Rangers e desconta o placar para 2 a 1.


Aos 11 minutos, acontece desarme e arma o contra-ataque do Rangers, puxado por Fábio Silva, que passa para Sina, e em bola rebatida, o belga Cyriel Dessers faz o gol, que foi anulado no VAR, por falta na origem do lance.


A pressão do Rangers no segundo tempo continua, e Tavernier faz cruzamento fechado, com perigo para a defesa do Celtic, que afasta o perigo. Em outra jogada, acontece boa tabela na lateral entre Rabbi Matondo e Todd Cantwell, com Matondo batendo cruzado, mas Cameron Carter-Vickers bloqueia o chute.


Em falta cruzada por Tavernier, a bola chega em John Lundstram, que cabeceia a bola para cima, saindo pela linha de fundo. Aos 40 minutos, acontece erro do Celtic na saída de jogo, com a bola sobrando para Dujon Sterling, que tabela com Matondo, chutando para o gol e a bola rebate, mas sobra para Abdallah Sima, que empata o jogo.


Aos 42 minutos, é feito passe em profundidade para Adam Idah, que bate forte e rasteiro para a meta de Butland, não conseguindo defender o chute, e assim saiu o terceiro gol do Celtic no jogo.


Em cruzamento perigoso de Tavernier, a bola chega na cabeça de Goldson, que cabeceia com certo perigo, mas a bola sai pela linha de fundo, dando tiro de meta para o Celtic, mas o Rangers brigava pelo empate no jogo.


Aos 47 minutos, a bola chega na lateral e acontece triangulação entre Cantwell, Lundstram e Matondo, com Matondo finalizando cruzado, sem a menor chance de defesa para Joe Hart, deixando o placar em 3-3.


No último lance do jogo, a bola sobra para Dessers, que bate forte, e rasteiro, com a bola passando do lado da meta de Hart, com perigo. O emocionante jogo, terminou assim, com o empate saindo melhor para o Rangers, mesmo sendo na sua própria casa.

Comentarios


bottom of page