google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Em grande jogo pela Premier League, líder Arsenal abre 2x0, mas Liverpool, com Firmino, busca empate

Foto: Divulgação Instagram/Liverpool


Liverpool e Arsenal se enfrentaram nesse domingo(09), em Anfield, em Liverpool, pela 30° rodada da Premier League.


Com menos de dez minutos de jogo, o Arsenal abriu o placar, numa jogada bem direta, iniciada pelo Ben White, lá na defesa, o Saka arrancou com a bola, o Odegaard errou o passe, porém, o Virgil Van Dijk não cortou da maneira correta e o Gabriel Martinelli, de biquinho, marcou.


O jogo continuou em alta intensidade, os dois times estavam indo para cima, mas o Liverpool só conseguiu criar uma grande chance de empatar, em que o Robertson bateu cruzado e a bola foi para fora.


E, aos 28 minutos, mais um jogada muito vertical resultou no segundo gol do Arsenal. Xhaka enfiou a bola, Gabriel Martinelli recebeu, cruzou, e o Gabriel Jesus subiu entre o Van Dijk e o Robertson e cabeceou para as redes.


Foto: Divulgação Instagram/Arsenal


Depois disso, o Arsenal passou a ocupar de vez o campo de ataque, mas justamente nesse período de maior superioridade dos Gunners, quando o Liverpool chegou à frente, uma jogada bem trabalhada, envolvendo Diogo Jota, Curtis Jones e Jordan Henderson, a bola sobrou para Mohamed Salah diminuir o placar.


No segundo tempo, tudo mudou. Por 25 minutos, o jogo foi totalmente dominado pelo Liverpool, com direito até a pênalti cometido por Rob Holding e perdido por Mohamed Salah. Mas, depois disso, o Arsenal começou a incomodar bastante nos contra-ataques e o jogo virou uma trocação digna de jogo de Premier League.


E foi quando entrou Roberto Firmino, carrasco histórico dos Gunners, que o empate veio. Trent Alexander-Arnold deu uma caneta no Zinchenko, cruzou exatamente na cabeça do brasileiro, que marcou o gol de empate.


Os Reds ainda tiveram chance de virar o jogo, mas o Ramsdale fez duas grandes defesas no final do jogo, uma em um chute de fora do Salah, que entraria no ângulo, e outra em um chute do Konaté, já embaixo da trave.


Foto: Divulgação Instagram/Arsenal


E o Arsenal, depois, teve a oportunidade de fazer o terceiro, em um contra-ataque, mas o Alisson se antecipou e o jogo terminou realmente em 2x2.


DESTAQUES INDIVIDUAIS:


Trent Alexander-Arnold: Deu a caneta no Zinchenko e a assistência do gol de empate.


Ibrahim Konaté: Muito bem na zaga.


Virgil Van Dijk: Envolvido negativamente nos dois gols do Arsenal.


Andrew Robertson: Participou bem no ataque.


Jordan Henderson: Muito bom jogo. Deu a assistência do gol do Salah.


Curtis Jones: Boa participação no lance do gol do Liverpool.


Mohamed Salah: Herói no primeiro tempo, marcando o gol no final e vilão no segundo, perdendo o pênalti que seria o gol de empate.

Foto: Divulgação Instagram/Premier League


Darwin Núñez: Entrou bem participativo, mas perdeu uma chance cara a cara com o Ramsdale de empatar o jogo.


Roberto Firmino: Entrou e empatou o jogo.


Aaron Ramsdale: Fundamental para o Arsenal não levar a virada. Fez pelo menos três defesas muito difíceis no segundo tempo.


Ben White: Passe vertical fundamental na jogada do primeiro gol.


Rob Holding: Cometeu o pênalti, que foi desperdiçado pelo Salah, mas, fora isso, fez uma partida impecável.


Oleksandr Zinchenko: Fez um primeiro tempo muito bom, construindo por dentro, mas sofreu a caneta do Arnold no lance do gol do Firmino.


Granit Xhaka: Jogou muito bem tanto defensiva, quanto ofensivamente. Deu passe muito importante, recebido pelo Martinelli, no gol do Gabriel Jesus.


Bukayo Saka: Participação determinante no primeiro gol do Arsenal. Além disso, alternou momentos apagados e momentos de algumas jogadas em velocidade, mas esteve abaixo do seu melhor nível.


Gabriel Jesus: Jogou muito bem. Se doou pelo time, como sempre, marcando, desarmando, e, também, participou muito bem no ataque, além de ter marcado o seu gol, de cabeça.


Foto: Divulgação Instagram/Premier League


Gabriel Martinelli: Melhor jogador em campo. Participou dos dois gols e criou várias outras oportunidades para o Arsenal marcar.


TATIQUÊS:


Liverpool: Jogou no 4-3-3, saindo de trás com bolas longas, principalmente, com o Arsenal, trocando passes no meio-campo, sendo vertical na frente e marcando por zona. Mudou para o 4-2-4 depois da entrada do Roberto Firmino, substituindo o Fabinho.


Arsenal: Se defendeu no 4-4-2, marcando por zona. Atacou no 4-2-3-1, tocando a bola no meio-campo, e sendo muito vertical na frente. Depois que o Arteta tirou o Odegaard e colocou o Odegaard e colocou o Kiwior, passou a jogar no 5-4-1. Contra-ataques muito diretos e velozes.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page