google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Dominante, Cruzeiro bate o Santos por 3 a 1 e encosta nos líderes no Brasileirão Feminino.


Cruzeiro é dominante praticamente a partida inteira, conquista os 3 pontos e passará a sexta-feira dormindo no quarto lugar do Brasileirão Feminino, já o Santos se complica na luta contra o descenso.

A partida teve o seu início com o Cruzeiro mais incisivo, Vanessinha aos 2 minutos já deu o seu recado para a goleira Olivia McDaniel que precisou fazer a sua primeira intervenção na partida. Nos 5 primeiros minutos, as Cabulosas mostravam domínio sobre o time do Santos, que tentava as suas escapadas pelas beiradas com Ketlen no comando e Maria Alves pelo lado direito, tanto que, aos 9 minutos, Maria recuperou a bola pelo lado direito, em saída de bola do Cruzeiro, e serviu Ketlen, que, quase debaixo das traves, perdeu o gol em desvio da defesa. 


O Santos crescia na partida, mas Tati Amaro deu uma esfriada no ímpeto santista, que deixou o Cruzeiro ter um respiro e tentar se organizar nos contra-ataques e, aos 17, Byanca Brasil fez o pivô para Clarinha, que cruzou para Rafa Andrade chutar bonito na trave, para assustar o time santista depois de um tempo. A pressão das Cabulosas vinha surtindo efeito e, recebendo um lançamento para o campo de ataque, Mari Pires serviu Byanca Brasil para abrir o marcador, porém, em posição irregular. Entretanto, aos 22, Byanca Brasil, na sequência, acertou o cruzamento para Vanessinha completar para o fundo das redes e abrir o marcador da partida, 1 a 0 para a equipe do Cruzeiro com Vanessinha fazendo o seu segundo gol na competição.


Após o gol sofrido, o Santos, deu uma ligada mas o Cruzeiro mantinha uma pressão no campo de ataque. Aos 34, Rafa Andrade fez mais um cruzamento para dentro da área e encontrou Byanca Brasil que chutou chapado, mas passou por cima do gol da Olivia McDaniel. Entretanto, na sequência, o Cruzeiro recuperou a bola no campo de ataque, Sandoval correu para a linha de fundo, Vanessinha recebeu e fez o passe para Rafa Andrade, que marcou o 2 a 0 no marcador e o seu segundo gol na competição. Na sequência, Byanca Brasil tabelou com Vanessinha e quase marcou o terceiro. 


Depois do gol sofrido, o Santos assustou o gol de Taty Amaro com Ketlen. Após pressão, a jogadora acertou um chute colocado no pé da trave e o Santos assustou, depois de muito tempo sofrendo pressão do Cruzeiro. Na reta final da primeira etapa, o Santos buscou diminuir o prejuízo através das bolas paradas, todavia, faltou qualidade no último toque. 


Após o ataque, Rafa Andrade e Camila Martins se desentenderam e esquentou o clima na reta final da primeira etapa. Elas tomaram um cartão amarelo cada para dar números finais para a primeira etapa. 


Na volta para a segunda etapa, o Santos voltou com mudanças, o técnico Gláucio colocou Lívia e Carol Baiana nas vagas de Camila e Milly tentando um respiro ofensivo para o time do Santos, as mudanças não deram muito efeito de imediato, as duas equipes voltaram com muitos erros de passes, mas as Sereias da Vila dando muito trabalho, com a entrada da Lívia pelo lado direito conseguindo conexão com Ketlen que tentava mostrar poder ofensivo. O Cruzeiro respondeu na sequência, Sandoval encontrou Byanca Brasil que ficou cara a cara com McDaniel, que evitou o Santos de sofrer o 3 a 0.


O Santos mostrava repertório com o seu principal nome, Ketlen recebia pelo lado esquerdo, mas faltava acompanhamento das companheiras, quando teve, aos 12, Ketlen cruzou para Carol cabecear de frente com Taty Amaro, porém faltou direcionamento ao gol. O Santos mantinha a pressão mas faltava capricho para finalizar. 


Aos 18, Vanessinha centralizou a jogada para Mari Pires que arriscou para a defesa de McDaniel, na sequência, lançamento recebido por Carol Baiana, que foi derrubada por Vitória Calhau dentro da área, na cobrança, Ketlen desperdiçou a cobrança chutando na trave, mas no rebote, Carla Alves na dividida com a defesa do Cruzeiro mandou para o fundo das redes de Taty Amaro, 2 a 1 para o Cruzeiro, mas com o Santos mostrando fortes sinais de reação. 


Todavia na sequência, aos 23, a resposta do Cruzeiro foi cirurgica, boa jogada trabalhada de Byanca Brasil com Sandoval, que encontrou Vanessinha, que castigou mais uma vez Olivia McDaniel, 3 a 1 para o Cruzeiro mostrando sua resposta dentro da partida.


Aos 29, Luaninha e Daiana entraram nas vagas de Rafa Andrade e Nine, mostrando uma consistência tática na partida, mas foi Santos que deu as caras, Vitória Caiça fez um "chutamento" e quase surpreendeu Taty Amaro, as mexidas tinham dado efeito no Santos que até mesmo pouco tempo depois, Ketlen surpreendeu Taty Amaro e mandou acima do gol, mas com muito perigo contra o seu gol em uma boa reação do Santos.


A reta final contou com um jogo mais truncado, as duas equipes disputavam o meio de campo, o Cruzeiro optava pela velocidade de Byanca Brasil, enquanto o Santos encontrava na posse de bola e troca de passes rápidas, espaços na defesa das Cabulosas, mas faltava o capricho no último terço do campo. Houve até uma reclamação de pênalti em cima da Carol Baiana, que na dividida dentro da área levou a pior no momento.


Aos 44, o Santos fez a sua blitz nos cruzamentos e nos escanteios, porém o sistema defensivo cruzeirense, muito bem postado, afastava as chances do Santos de conseguir uma reação tardia.


Aos 49, o Cruzeiro buscou mais um tento em uma pressão absurda no ataque, Sandoval, que havia sumido durante a partida, deu um último arremate do Cruzeiro por cima do gol de McDaniel e deixando o sistema defensivo do Santos mais uma vez.


Com isso, foi fim de papo no Estádio Francisco Filho, 3 a 1 para o Cruzeiro que, fora de casa, conquistou mais 3 pontos e alcançou a 4ª posição do Brasileirão, com 18 pontos, ultrapassando RedBull Bragantino, Flamengo e São Paulo, que ainda têm jogos a realizar, o Santos por sua vez segue com risco muito alto de ser rebaixado, já que possui apenas 7 pontos em 10 partidas e está a 3 pontos do Botafogo, primeiro time fora da zona de rebaixamento com 10 pontos conquistados.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page