google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Djibuti luta até o fim, mas Guiné-Bissau vence com gol de Mauro Rodrigues nas Eliminatórias


Foto: Divulgação/Guiné-Bissau

Djibuti e Guiné-Bissau se enfrentaram nessa segunda-feira(20), no Estádio Internacional do Cairo, no Egito, pela segunda rodada das Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo de 2026. Em jogo movimentado, mas com muitos erros técnicos, Guiné-Bissau venceu seu primeiro jogo nas Eliminatórias.


O time de Guiné-Bissau foi muito superior na maior parte do primeiro tempo, sendo mais seguro na defesa, setor no qual Djibuti teve muitas dificuldades no jogo, e muito mais produtivo no ataque, gerando muito mais oportunidades de abrir o marcador, o que foi acontecer somente aos 39 minutos, quando a zaga djibutiana bateu cabeça e a bola sobrou para Mauro Rodrigues, que já tinha perdido dois gols cara a cara com o goleiro Luyima, mas, não perdeu o terceiro, livre dentro da área.


Depois disso, na reta final, Djibuti, finalmente teve um bom volume de jogadas no campo de ataque e até próximas da grande área adversária, mas, mesmo assim, não conseguiu incomodar o goleiro Jonas Mendes.


Na volta do intervalo, Djibuti teve seus melhores dez minutos no jogo, finalizando duas vezes com bastante perigo. Na sequência do segundo tempo, o jogo ficou muito equilibrado, mas, apesar de chegarem no ataque, os times não conseguiam criar chances muito claras.


Isso se manteve até os 38 minutos, quando Houboulang Mendes foi expulso, e na cobrança da falta, Warsama Hassan, melhor jogador djibutiano, obrigou Jonas Mendes a fazer uma grande defesa.


E o jogo ficou frenético, as chances claras, que estavam faltando, apareceram, porém, ainda faltou poder de decisão e o jogo terminou, mesmo, em 1x0 para Guiné-Bissau.


DESTAQUES INDIVIDUAIS:


  • Sulait Luyima: Fez algumas defesas muito importantes.


  • Ali Youssouf Farada: The Besta. Não conseguiu marcar bem o lado direito da defesa de Djibuti, e os atacantes de Guiné-Bissau, quase sempre, conseguiram criar chances perigosas em cima dele.


  • Yabe Siad: Afastou mal a bola, que sobrou para o Mauro Rodrigues marcar o gol de Guiné-Bissau.


  • Moussa Araita Hamadou: Teve muitos erros de saída de bola.


  • Warsama Hassan: Melhor jogador do segundo tempo, responsável por criar quase todas as jogadas de Djibuti.


  • Jonas Mendes: Fez defesas importantíssimas no segundo tempo.


  • Mauro Rodrigues: The Best. Jogador mais perigoso dos dois times.


  • Dálcio: Entrou bem no jogo no segundo tempo.


TATIQUÊS:


Djibuti: Jogou no 4-3-3, com muitos contra-ataques e muita verticalidade no ataque e marcando por zona em bloco médio-alto.


Guiné-Bissau: Jogou no 4-3-3, saindo de trás tocando a bola, com pouquíssimos passes para atrás na fase ofensiva.


2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page