google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Dia de rodade tripla no vôlei de praia tem primeiras derrotas brasileiras.


Dalhausser domina Alison na rede para vencer o Brasil em Tóquio. Foto: John Sibley/REUTERS.

A seleção brasileira teve compromisso triplo nessa segunda-feira (26) em Shiokaze Park, as duplas Alison/Álvaro Filho e Agatha/Duda enfrentaram fortes adversários e perderam, já Evandro/Bruno Schmidt confirmaram favoritismo e se mantém 100% em Tóquio.


Alison/Álvaro Filho (Brasil) x Lucena/Dalhausser (Estados Unidos)


A partida entre duas das mais fortes duplas de vôlei de praia do mundo foi digna de toda a sua expectativa.


A equipe veterana norte-americana começou agressiva, saques forçados e bloqueios altos atacavam o lado brasileiro, e ao mesmo tempo, deixavam diversos espaços para contra-ataques.


O duelo entre Dalhausser e Alison foi um espetáculo a parte, porém Álvaro falhava bastante, muito impulsivo e ansioso para fechar o jogo, chegou a levar uma bronca de seu companheiro quando o Brasil perdeu a chance de terminar o primeiro set.


"Olha pra bola, não pro placar" disse Alison durante a vitória parcial de 20 a 18.


Mesmo na desvantagem do placar, os americanos conseguiram não só conseguiram salvar os set points, como viraram e fecharam em 24 a 22.


Para o segundo set, Álvaro entrou mais incisivo, focado e concertou os problemas da etapa anterior, que rendeu um set vencedor brasileiro de 21 a 19.


No tie-break, prevaleceu a experiência dos Estados Unidos. Fechando o confronto com 23 pontos totais, Dalhausser desequilibrou o duelo e finalizou o set em 15 a 13.



Duda frustada por erros na derrota contra China. Foto: Pilar Olivares/REUTERS.

Outra derrota brasileira nas areias veio contra a forte dupla chinesa. Longe de ser um confronto equilibrado, as asiaticas anularam as opções de ataque de Duda, e ainda criavam uma parede na rede com a Wang (6 bloqueios totais para a atleta).


Tentando mudar a forma de jogar, no segundo set o Brasil apenas piorou sua performance, Eduarda ficou mais escondida ainda, sendo focada no saque chinês.


Com a respponsabilidade ofensiva nas mãos da Agatha, que também estava bem mal, o jogo terminou com um 2 a 0 China (18/21 e 14/21) para as brasileiras esquecerem.



De maneira imponente, Bruno Schmidt lidera dupla para vitória contra Marrocos em Tóquio. Imagem: AFP.

A vitória do Brasil veio apenas no confronto mais desequilibrado do dia. A dupla marroquina Abicha/Elgraoui não conseguiram evitar o 2 a 0 brasileiro (21/14 e 21/16).


Desde o primeiro minuto, a dupla brasileira usou de sua potência e envergadura de seus ataques para cravar a bola no lado do Marrocos sem se preocupar com as lentas tentativas de bloqueios de Elgraoui.


A fim de evitar um sufoco desnecessário como na rodada passada, o Brasil mostrou respeito pelo oponente mais frágil e continuou pontuando até finalizar a partida em 39 minutos.


Resta apenas a dupla Ana Patrícia/Rebecca para fechar a segunda rodada do vôlei de praia brasileiro.


O confronto será contra Graudina e Kravcenoka da Letônia às 23:00h de terça-feira (28) horário de Brasília.



9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page