google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Cruzeiro vence na Arena MRV e deixa o Galo para trás!

Em partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro, Atlético-MG e Cruzeiro se encontraram neste sábado (03) para o Dérbi Mineiro, que aconteceu na Arena MRV, em Belo Horizonte (MG).


Além do grande Clássico Mineiro, o técnico da Seleção Brasileira, Dorival Júnior estava presente na capital mineira e acompanhou a partida.



PRIMEIRO TEMPO

O início do clássico começou com intensidade e muita entrega de ambos os times, porém, em menos de 5 minutos, o Cruzeiro tentou marcar na casa do adversário, mas finalizou errado. O Galo intensificou a troca de passes e, o jogo começou a ficar mais físico entre as equipes. A partida teve de ser interrompida em determinado momento, já que um dos jogadores base do Atlético-MG - Zaracho - saiu machucado e, Igor Gomes entrou para substituir o titular.


Como destaque do começo da partida, o Atlético-MG teve as melhores oportunidades na etapa. O Cruzeiro foi resistente em questão de ataque, já que defendeu e fez com que as finalizações do Galo não fossem tão efetivas. Matheus Pereira do Cruzeiro até tentou finalizar na entrada da área, mas a bola passou por cima do gol. A partir dos 27 minutos do segundo tempo, a Raposa teve melhor desempenho e conseguiu alguns contra-ataques, mas sem sucesso.


Os 45 minutos iniciais terminaram em 0 a 0, porém, o Atlético-MG teve melhor empenho durante a primeira etapa do duelo da Arena MRV.

 

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou com melhores chances do Atlético-MG, porém, em muitas vezes acabava tendo problemas com as finalizações. Aos 36 minutos, em um rebote pós-finalização, Zé Rivaldo recebeu uma bola para finalizar em cabeceio e abrir o placar para a Raposa. O jogo ficou melhor para o Cruzeiro, que após 2 chances, tentou marcar novamente e teve mais efetividade nos passes, entretanto, as finalizações acabaram não sendo tão prrecisas.


Em um contra-ataque, aos 41 minutos da segunda etapa, João Pedro marcou mais um gol para a Raposa, ampliando o placar em 2 a 0. O Galo acabou sentindo muito o segundo gol e com isso, o técnico Luiz Felipe Scolari tentou modificar a equipe, em prol de ter uma defesa mais efetiva e não sofrer mais gols.


A torcida única, que era do Atlético-MG, sentiu a derrota junto ao time e permaneceu em silêncio. Ao final da partida, após 8 minutos de acréscimo, a equipe da Raposa comemorou a vitória fora de casa e sai com os 3 pontos no Campeonato Mineiro.

 

DECLARAÇÕES

“Como a gente fala, no jogo decisivo como esse, a oportunidade que a gente tem, tem que fazer. Começamos vendo por meio do tempo muito bom, não conseguimos abrir o placar. No segundo tempo eles voltaram com mais confiança. Infelizmente, nas oportunidades que eles tiveram, eles foram lá e fizeram os gols. Agora o ano está começando, temos que trabalhar e já vencer o próximo jogo. E depois vai ter outra oportunidade de vencer em casa, que a gente precisa vencer um clássico para tirar esse peso que não deve passar por isso. Direito deles, a gente não pode medir a nervosismo, a raiva, a gente entende. A gente sabe que tem que vencer, principalmente esse jogo. Mas agora trabalhar, não adianta, passou. Infelizmente vamos ter que aguentar, né? Tomar as pancadas, as pedras que tem que tomar. E agora trabalhar, não tem outro jeito.” – Disse Otávio após a partida em entrevista para o GE.

 

“É um filme que passa na minha cabeça, né? Que ano passado fiquei seis meses sem poder atuar, só treinando separado. E graças a Deus ele está me abençoando nesse começo de ano. Quero agradecer bastante para o Cruzeiro, que abriu as portas para mim, sempre acreditou em mim. quero agradecer a minha esposa, sempre está junto comigo e deu uma dura se eu não jogasse bem. Tomei um cartão ali, mas o gol vai compensar a briga. Mas o grupo está de parabéns, se quiser parar bem a semana, para hoje fazer um grande resultado. E agora é descansar, que a partir de segunda já pensar no próximo. Josiane. E quero dedicar gol para a minha filha, papai te ama, tá?” – Disse Zé Ivaldo em entrevista no GE.

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page