google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Com gol solitário de Flaco López, Palmeiras bate São Bernardo e se isola no Grupo B do Paulistão.

Em um Primeiro de Maio com um público muito bom, Verdão domina donos da casa em uma noite que sobrou até para os refletores do estádio.


Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Na noite dessa quinta-feira (15), Palmeiras e São Bernardo duelaram no Estádio Primeiro de Maio, em confronto válido pela 8ª rodada do Campeonato Paulista. Ambas as equipes precisavam da vitória para se manterem na disputa por uma vaga em seus respectivos grupos.


1º TEMPO

O Palmeiras começou melhor, fazendo passes rápidos com muita movimentação, envolvendo o time do São Bernardo, aos 3, Marcos Rocha lançou Rony que ganhou na corrida e finalizou para a boa defesa de Alex Alves.


O time alviverde passou boa parte dos 10 primeiros minutos conseguindo chegar com mais qualidade ao campo de ataque, com troca de passes rápidas, e o time do Grande ABC ficou na marcação, pressionando o time alviverde para tentar recuperar a bola. Aos 18, bela jogada rápida pela direita feita por Endrick que venceu Arthur Henrique na corrida e lançou Luis Guilherme que finalizou fraco para Alex Alves fazer a defesa.


A partida passou a ficar mais pegada, com as duas equipes cometendo mais faltas, mas o nervosismo estava conta do time do São Bernardo, que em meia hora de jogo ainda não havia finalizado para o gol.


A peleja ficou paralisada no minuto 28 por conta de uma queda de energia em um dos refletores do estádio, o que deu uma esfriada na partida. Após a volta, bela jogada pela direita feita por Luis Guilherme que tabelou com Endrick que acabou finalizando com muita força pra fora.


O jogo ficou mais morno pós-retorno da luz, com ambas as equipes estudando o jogo, o Palmeiras fazia boas jogadas a partir da posse de bola, enquanto o São Bernardo apostava em contra-ataques. Aos 37, Vitor Ricardo cobrou escanteio para grande bate-rebate na grande área e Hélder aproveitou e chutou forte para boa defesa de Marcelo Lomba. Na reta final da primeira etapa, o Bernô passou a agredir mais o time do Palmeiras, mas pecando na hora de definir as jogadas, o Verdão respondia em contra-ataques bem estruturados mas parava no sistema defensivo do São Bernardo.


2º TEMPO

Bem no início da segunda etapa, o Palmeiras continuou pressionando o São Bernardo, que fazia marcação pesada, além de demonstrar um certo nervosismo e cometia muitas faltas. E foi se encontrando dentro da partida, onde após boa troca de passes, Gabriel Menino cruzou para Rony, de bicicleta finalizar pra fora e criar a principal chance de gol na partida.


O Palmeiras continuava em cima do São Bernardo, e após Endrick soltar uma bomba de fora da área, Alex Alves espalmou para Rony no rebote mandar para fora, na sequência, Abel colocou Richard Ríos e Estevão nos lugares Gabriel Menino e Luis Guilherme para dar mais dinâmica no ataque.


A reta final passou a ficar mais equilibrada com ambas as equipes fazendo disputa territorial pelo campo, o Palmeiras passou a ficar mais produtivo no campo de ataque, utilizando a posse de bola, aos 30 teve uma grande oportunidade com John John que arriscou de fora da área para Alex Alves fazer a defesa.


O verdão permaneceu tendo a posse de bola e tendo as oportunidades através da bola parada para tentar agredir o São Bernardo, que por sua vez congestionava a sua defesa para se defender.


O Bernô tentava sair para jogo na reta final, mas parava no sistema defensivo que sufocava os atacantes do time, até que aos 42 minutos da segunda etapa, Estevão cruzou na medida para Flaco López marcar de cabeça e abrir o marcador no Primeiro de Maio. Na reta final, o São Bernardo passou a tentar usar os lançamentos, mas sem sucesso, o Palmeiras conseguiu segurar o ataque do Tigre do ABC que pouco produziu na partida para conquistar os 3 pontos, final, São Bernardo 0, Palmeiras 1.


Com o resultado, o alviverde chega aos 15 pontos e se consolida na liderança do grupo B, com 3 pontos de vantagem para a Ponte Preta, vice-líder do grupo. Já o São Bernardo permanece na terceira posição do grupo D com 13 pontos, mesma pontuação que Botafogo de Ribeirão Preto e São Paulo, porém perdendo nos critérios de desempate.

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page