google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Com direito a milagres, São Paulo apenas empata com o Bahia e perde chance de entrar no G-4.

São Paulo fez grande jogo, mas parou no goleiro do Bahia que garantiu o empate sem gols no Morumbi.


Foto: Miguel Schincariol/ saopaulofc no instagram.

São Paulo e Bahia se enfrentaram na manhã deste domingo (30), no estádio do Morumbi, em São Paulo, pela 17ª rodada do Brasileirão.


A partida teve um início bem animado, com ambas as equipes criando boas oportunidades, o São Paulo com menos de 15 minutos, teve ao menos 5 oportunidades de abrir o marcador, o trio Nestor, David e Erison, deram muito trabalho para o goleiro Marcos Felipe do Bahia, que evitou o tricolor paulista de abrir o marcador, o Bahia até tentou algumas investidas pelo lado direito com Ademir, mas sem tanta efetividade.


O São Paulo teve uma excelente oportunidade de abrir o marcador aos 20 minutos, Rodrigo Nestor acionou David pelo lado direito do campo de ataque, o ponta invadiu a área mas acabou parando mais uma vez no goleiro Marcos Felipe que defendeu a finalização do atacante são-paulino.


Após meia-hora de partida, o São Paulo intensificou ainda mais a pressão sobre o Bahia, com a dupla Nestor e David, produzindo ainda mais para a equipe paulista, que apesar de ter perdido o atacante erison por lesão, não sentiu a perda com a entrada de Juan que também foi outro a dar mais trabalho para o goleiro da equipe nordestina.


As duas equipes voltaram para a segunda etapa muito atentas ao jogo, o São Paulo melhorou com chances claras de gol, principalmente com David, intensificando o estilo de jogo do tricolor paulista.


A partida ficou mais equilibrada na segunda etapa, o Bahia com as entradas de Rafael Ratão e Jacaré começou a ter melhores oportunidades, até chegou a fazer um gol com Vitor Jacaré, porém, estava em posição de impedimento.


Na reta final, o Bahia subiu mais as suas linhas e não deixou o São Paulo ter a liberdade que teve na primeira etapa, a equipe nordestina chegou com mais perigo ao ataque, entretanto sem conseguir concluir a gol com clareza.


No final da segunda etapa, o São Paulo partiu para o "abafa", entretanto, o nervosismo para concluir as jogadas não deixou o clube do Morumbi sair da partida com os 3 pontos, além de Marcos Felipe ainda intervir nnas jogadas dos clube paulista.



DESTAQUES INDIVIDUAIS:


Marcos Felipe: Excelente partida, garantindo o empate para o Bahia.


David: Criou muitas chances de gol, trouxe dificuldades para a defesa do Bahia, só faltou o gol.


Rodrigo Nestor: Boa partida, arriscou algumas oportunidades de finalização, trouxe muita clareza nas jogadas para o São Paulo até ser substituído.


Vitor Jacaré: Trouxe mais respiro para o ataque do Bahia, criou muito perigo utilizando a velocidade.



TATIQUÊS:


São Paulo: Atacou em uma espécie de 3-3-4, trazendo seus laterais para dar suporte pelos lados e utilizando muito a velocidade no ataque. Se defendeu no 4-1-4-1 marcando na zona da bola. Boas construções das jogadas, mas pecando nas finalizações.


Bahia: Se denfendeu no 5-3-2, congestionando a entrada da área, teve muitos erros de marcação que fizeram com que o Marcos Felipe tivesse que trabalhar bastante. Quando subiu ao ataque, criou oportunidades utilizando muita velocidade com os pontas.

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page