google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

CBF anuncia igualdade de premiações para atletas das seleções masculina e feminina

Atualizado: 19 de set. de 2020



Apesar do drástico cenário em que vivemos, resultante da pandemia de covid-19, o dia 2 de setembro está marcado para todos os fãs do futebol feminino. 


Pela primeira vez na história da modalidade feminina, o pagamento das diárias para atletas convocadas para a seleção terá o mesmo valor do que a masculina. Além disso, a divisão de prêmios relacionados a Olimpíadas e prêmios repassados pela Fifa, como em Copas do Mundo, também terão igualitários entre os sexos. 


“Desde março deste ano, a CBF fez uma igualdade de valores em relação a prêmios e diárias entre o futebol masculino e feminino. Jogadoras recebem diária igual aos homens. Aquilo que elas ganharem por premiação em Olimpíadas será o mesmo que homens. Copa do Mundo será igual proporcionalmente ao que a Fifa oferece. Não há mais diferença de gênero. CBF está tratando de forma equânime homens e mulheres”, afirmou o presidente da CBF, Rogério Caboclo. 



No mesmo dia, também houve a apresentação de duas mulheres para cargos de chefia no futebol feminino. A ex-jogadora e ex-capitã da seleção brasileira, Aline Pellegrino, assumiu o cargo de Coordenadora de Competições femininas. Já Duda Luizelli, ex-atleta, ficou com o cargo de Coordenadora de Seleções Femininas.


Os acontecimentos desta semana servem para evidenciar e comprovar o crescimento do futebol feminino no país. Também serve para mostrar o quanto mulheres são competentes quando o assunto é ter a bola nos pés. 

8 visualizações0 comentário

留言


bottom of page