google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Buffalo Bills x Kansas City Chiefs: Tudo o que você precisa saber


REPRODUÇÃO: AP PHOTO/ED ZURGA


Os playoffs da NFL estão chegando na rodada Divisional, porém Buffalo Bills e Kansas City Chiefs estarão no jogo que fecha essa rodada, quem vencer, chega na final da AFC, quem perder estará consequentemente, fora da temporada. O Dimensão Esportiva transmitirá, em áudio, todos os quatro jogos do Divisional Round. O jogo acontecerá no Highmark Stadium, em Buffalo, neste domingo (21) às 20h30 (Horário de Brasília), mas terá um pré-jogo de uma hora, no DE. O link da transmissão e a equipe que transmitirá o duelo, estarão disponíveis ao final desta preleção.


Como chegam os times?


O Buffalo Bills, que teve instabilidade no começo da temporada e chegou até a demitir seu coordenador ofensivo, deu uma super arrancada para vencer sua divisão, a AFC East. Pelo título da divisão, os Bills ganharam o direito de jogar em casa nos playoffs, o time só não jogará em casa se enfrentar o Baltimore Ravens, na final de conferência. Porém, falando sobre o jogo contra os Steelers, os Bills tiveram um começo arrasador e logo botaram 14 a 0 no placar, vantagem essa, que foi administrada até o final pelos Bills, fechando o jogo em 31 a 17. Josh Allen foi até que discreto nas jardas passadas, também pela neve que estava em Buffalo, mas ele teve 203 jardas passadas, com 21 passes completos em 30 e lançou para três Touchdowns, mas o Quarterback de Buffalo também teve oito carregadas para 74 jardas terrestres e um Touchdown, portanto Allen foi determinante para o placar e é isso que os torcedores dos Bills esperam dele, para saírem do jejum de títulos, que já tem quase 54 anos.


O Kansas City Chiefs também contou com uma campanha irregular nesta temporada, chegando a ser ameaçado por um tempo, dentro de sua divisão, mas o time conseguiu garantir o título antes da semana 18, fazendo com que o time titular tivesse um descanso, antes do jogo contra o Miami Dolphins, jogo este que os Chiefs venceram com certa tranquilidade. O fator climático pode supostamente ter atrapalhado os Dolphins, mas sem dúvidas, a defesa dos Chiefs merece ser enaltecida por este jogo, principalmente sua linha defensiva, que colocou muita pressão em cima de Tua Tagovailoa. Porém os Chiefs também tiveram as performances de Patrick Mahomes e Rashee Rice como fatores para a vitória por 26 a 7, Mahomes teve 41 passes tentados e 23 completos, para 262 jardas passadas e um Touchdown, além de duas carregadas para 41 jardas terrestres, enquanto Rice teve oito recepções para 130 jardas recebidas e um Touchdown, Mahomes e Rice entraram em forte sintonia no meio da temporada, dando sobrevida ao ataque que parecia com poucos alvos para Mahomes.


Bills e Chiefs já se enfrentaram nesta temporada, em jogo válido pela temporada regular, naquela ocasião, os Bills ganharam por 20 a 17, mas o jogo aconteceu em Kansas City, então a situação atual é diferente por isso e também por ser um jogo eliminatório.


Expectativas para o jogo


Estamos falando de dois times agressivos no ataque e na defesa, como veremos agora na comparação entre os times.


Estatísticas ofensivas


  • Jardas totais: Bills tem média de 383.4 por jogo, sendo o sexto da liga na estatística. Os Chiefs tem média de 362.8 por jogo, sendo o décimo primeiro da NFL.

  • Jardas passadas: Bills tem média de 244.4 por jogo, o oitavo da liga na estatística. Chiefs tem 246.4 por jogo, sexto da liga na estatística.

  • Jardas terrestres: Bills tem média de 130.1 por jogo, sétimo da liga na estatística. Chiefs tem média de 104.9 por jogo, décimo nono da NFL.

  • Pontos: Bills tem média de 26.5 por jogo, sendo o sexto da liga nisso. Chiefs tem média de 21.8 por jogo, o décimo quinto na estatística.

  • Terceiras descidas: Bills é o primeiro da liga, na porcentagem de terceiras descidas convertidas, com 49.8% de aproveitamento. Chiefs tem 43.6% de aproveitamento, o sexto da liga na estatística.


Os Chiefs não estão altos no ranking de pontos por jogo e nem de jardas terrestres, a razão para média baixa de pontos, também passa pela inconstância que o time teve, com seus recebedores, nas jardas terrestres, o time está abaixo, mas Isiah Pacheco tem forte característica de conseguir jardas após o contato e também de converter jogadas para Touchdown, então ele tem sua influência no ataque. Os Bills têm ótimos números ofensivos, mas demorou a engrenar no jogo terrestre, só após a troca de coordenador ofensivo, que o time melhorou na parte de conseguir jardas com as pernas.


Estatísticas defensivas


  • Jardas totais: Bills cede em média, 326.8 jardas por jogo, o oitavo da liga com a menor média de jardas cedidas. Chiefs cede em média, 310.4 jardas por jogo, sendo o terceiro time com a menor média.

  • Jardas passadas: Os Bills tem média de 196.6 jardas passadas cedidas por jogo, o sétimo da liga com a menor média. Chiefs tem média de 176.5 jardas passadas cedidas por jogo, o quarto da liga com a menor média.

  • Jardas terrestres: Os Bills tem média de 110.6 por jogo, sendo o décimo quinto da liga que cede menos jardas terrestres. Chiefs tem 113.2 de média por jogo, sendo o décimo sétimo da liga.

  • Pontos cedidos: Os Bills tem média de 18.3 pontos sofridos por jogo, o quarto da liga nessa estatística. Chiefs tem 17.3 pontos sofridos por jogo, o segundo da liga.

  • Terceiras descidas: Bills é o décimo oitavo time que menos cede terceiras descidas, com 38,6%. Chiefs cede terceiras descidas em 37.1% das vezes, o décimo da liga nessa estatística.


A secundária dos Chiefs foi criticada por algumas vezes nos últimos anos, mas nesse ano, a unidade pode até não encantar, mas também não compromete, como mostra a estatística, o ponto fraco da defesa de Kansas City, foi parar as corridas, o time teve certa dificuldade por algumas vezes na temporada e James Cook está num bom momento. Por outro lado, os Bills também tiveram dificuldades em defender jogo terrestre e também foi um time que cedeu muitas terceiras, principalmente terceiras curtas e Isiah Pacheco também pode trazer problemas para Buffalo.


Mas claramente os holofotes estarão nos dois QBs, que mostram exímio talento e muita personalidade, além de que esse será o primeiro encontro entre Bills e Chiefs, após o grande jogo em 2022, que os Chiefs ganharam por 42 a 36, na prorrogação, o jogo também é conhecido por ser o grande responsável por fazer a NFL mudar o regulamento da prorrogação. para os playoffs, dando uma chance ao time mesmo após ele tomar Touchdown, mas os Bills querem a vingança por esta derrota, também por ser a chance do time voltar para a final da AFC.


Além dos números dos times, do jogo que ficou marcado na história, também tem dois técnicos muito respeitados na liga. Andy Reid treina os Chiefs desde 2013 e é um técnico lendário, que formou muitos técnicos da liga, além de ser conhecido por suas chamadas bastante ousadas no ataque, mas um dos técnicos que Reid formou, é o atual técnico dos Bills, Sean McDermott trabalhou por nove anos com Andy Reid, nos Eagles, chegando a ser coordenador defensivo de Philadelphia, entre 2009 e 2010, o reencontro é mais um enredo incrível para esse jogo. McDermott está em Buffalo desde 2017, mas todos os seus times nos Bills, tem uma forte característica, uma defesa que joga duro e não desiste, além de ter muita agressividade para pressionar os Quarterbacks adversários.


Palpite


Esse jogo é um dos mais aguardados dos últimos tempos, além de ter dois times com pouquíssima diferença técnica, deixando o jogo muito difícil de se prever, os dois times também se superaram para chegar onde chegaram, mostrando que de fato o pior já passou para ambos. Eu aposto num jogo onde ambos vão correr bem com a bola, mas também imagino duas grandes partidas de Mahomes e Allen. Portanto, eu digo que meu palpite é que os Bills ganharão por uma pequena diferença:


Bills 37-31 Chiefs.


Destaques para a partida:


Bills

  • Josh Allen teve 4306 jardas passadas, 29 Touchdowns passados e 15 Touchdowns corridos, são números de um jogador que é fundamental para seu time, mas Allen também liderou a liga em Interceptações, com 18 no total, Josh Allen é um cara que joga no limite entre a perfeição e o desastre, mas quando ele tem um bom dia, ele é capaz de vencer qualquer um da liga.

  • Stefon Diggs teve 1183 jardas recebidas, 107 recepções e oito Touchdowns recebidos, na temporada regular. Diggs é o principal alvo de Allen, além de ser um cara Elite em correr rotas, se tornando um jogador dificílimo de marcar e peça-chave dos Bills para ganhar jogos.

  • James Cook teve 1122 jardas terrestres, 237 carregadas, dois Touchdowns corridos e quatro Touchdowns recebidos, na temporada regular. Cook vinha sendo pouco utilizado no começo da temporada, mas após a troca de coordenador ofensivo, ele brilhou nos jogos dos Bills, mostrando que tem sim potencial de ser muito útil para Buffalo.

  • Ed Oliver teve 9.5 sacks, um fumble forçado, uma interceptação e três passes defendidos, na temporada regular. Oliver, apesar de ser jogador de linha defensiva, é um jogador que gera muitas pressões ao Quarterback e que conta com habilidade para defender jogadas de passe, sendo muito versátil para os Bills.

  • Dalton Kincaid teve 73 recepções, 673 jardas recebidas e dois Touchdowns, na temporada regular. Kincaid é um Tight End novato que foi draftado na primeira rodada pelos Bills, ele começou como TE2 na temporada, mas assumiu a titularidade na lesão de Dawson Knox e não perdeu o posto mais, Kincaid mostrou habilidade em receber passes contestados e é um alvo ativo para situações em que o time está na Redzone.


Chiefs

  • Patrick Mahomes teve 4183 jardas passadas, 27 Touchdowns lançados, 67.2% de passes completados e um Passer Rating de 92.6, na temporada regular. Mahomes dispensa comentários, mas nessa temporada ele esteve abaixo do nível altíssimo que ele já entregou em sua carreira, muito também pela falta de pluralidade em alvos que o time tem, mas Mahomes nunca pode ser subestimado, ele é fatal em qualquer circunstância.

  • Rashee Rice teve 938 jardas recebidas, 79 recepções e sete Touchdowns recebidos, na regular. Rice é um novato escolhido na segunda rodada pelos Chiefs, que foi o alvo mais constante entre o corpo de recebedores. Rice teve um jogo excelente contra os Dolphins, com oito recepções, 130 jardas recebidas e um Touchdown, sendo importantíssimo para Mahomes e assim se espera que ele repita o desempenho

  • Travis Kelce teve 93 recepções, 984 jardas recebidas e cinco Touchdowns, na temporada regular. Kelce foi All-Pro nessa temporada, mas a sequência de sete anos seguidos com temporadas de 1000 jardas que ele tinha, acabou nessa temporada. Porém ainda assim, Kelce em dia bom, pode fazer estrago em qualquer defesa.

  • Isaiah Pacheco teve 205 carregadas, 935 jardas terrestres, dois Touchdowns recebidos e sete Touchdowns corridos, na regular. Pacheco é um jogador resiliente e que briga por jardas após o contato, além de ser muito usado em situações de corridas curtas, podendo ser útil nas situações de terceira descida que o Chiefs tiver no jogo.

  • George Karlaftis teve 10.5 sacks, 47 tackles totais, três passes defendidos e um fumble forçado. Karlaftis é um segundo anista, que ganhou mais espaço no elenco para essa temporada e ele corresponde às expectativas, inclusive tendo 1.5 sacks contra os Dolphins, no último jogo, Karlaftis pode ser muito útil para os Chiefs conseguirem pressionar Josh Allen.


Lesionados para o jogo (até o momento de publicação do texto):


Bills

  • Baylon Spector (lesão nas costas- Fora)

  • Taylor Rapp (lesão na panturrilha- Fora)

  • Taron Johnson (concussão- Questionável)

  • Sam Martin (lesão no tendão da coxa- Questionável)

  • Rasul Douglas (lesão no joelho- Questionável)

  • Terrel Bernard (lesão no tornozelo- Questionável)

  • Christian Benford (lesão no joelho- Fora)

  • Gabe Davis (lesão no ligamento cruzado posterior- Fora)


Chiefs

  • Kadarius Toney (lesão no quadril- Fora)

  • Gerrit Prince (razão desconhecida- Fora)

  • Charles Omenihu (doença- Questionável)

  • Derrick Nnadi (lesão no tríceps- Fora)

  • Willie Gay (lesão no pescoço- Questionável)



Transmissão:


A transmissão no canal do DE inicia a partir das 19h30, com um esquenta trazendo as primeiras informações e o jogo às 20h30. Deixe seu like, comente e interaja com a nossa equipe, e claro, compartilhe e se inscreva pra ficar sempre ligado no melhor da NFL.





Narração: Igor Mendes.

Comentários: Henrique Gucciardi, Júnior Gomes e Thiago Ramos.






Comments


bottom of page