google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Atlético-MG goleia fora e passeia na estreia da Libertadores

Caracas e Atlético-MG se enfrentaram nesta quinta-feira (4) pela 1º rodada da fase de grupos da Libertadores. E o Galo mineiro fez o que quis no campo do adversário, aplicando um sonoro 4 a 1 na Venezuela.


Primeiro Tempo


Início de jogo bom do Galo. Primeiros dez minutos de muito estudo do clube mineiro com pressão no campo de ataque do adversário, se impondo fora de casa. E o resultado disso não tarda. Aos 13, Bruno Fuchs, o zagueiro artilheiro, completa cobrança de escanteio na segunda trave e abre o placar.


Com o controle do Atlético, as oportunidades são questão de tempo. Alisson ajeita para Hulk, na pequena área, que finaliza e vê a defesa tirar em cima da linha. Ótima chance aos 19 minutos. Chegada a metade da primeira etapa com boa partida atleticana. Não tarda o segundo golpe dos brasileiros que tem o controle do jogo.


Guilherme Arana pega sobra na área, depois de ótima jogada coletiva, e fuzila para o gol do Caracas aos 32 minutos. 2 a 0 no placar com o Galo neutralizando os donos da casa a todo instante, no campo de ataque e de defesa. A prova disso é a primeira chegada venezuelana acontecer apenas aos 37 em chute de Ortega que fica com Everson.


A pressão dos mineiros dá ainda mais resultado ao final da primeira etapa. Arana chega no fundo, cruza para a área e Paulinho completa. Terceiro gol do Galo, controle total da partida e final de um maravilhoso primeiro tempo para os brasileiros.


Segundo Tempo


Além das mudanças que vieram do banco atleticano, o clima da partida também mudou. Os mandantes, indo para o "tudo ou nada", se lançaram mais ao ataque e conseguiram diminuir logo aos 9 minutos. Danny Pérez, de cabeça, completa para o gol após escanteio.


O Galo ainda controla bem a partida, com muito toque de bola e encurtando o espaço entre as linhas, mas o time do Caracas toma mais a iniciativa até por precisar de gols.

Na metade da etapa final, mais um do Galo! A zaga afasta mal e Paulinho bate de primeira, dentro da área, para fazer o quarto gol.


Perdidos em campo, a equipe do Caracas vê Hulk fazer o quinto aos 26 mas, por impedimento, acabou sendo anulado. É muito controle e sobriedade atleticana dentro do estádio adversário, deixando incapaz uma reação.


Sem muito mais a fazer em campo além de deixar o tempo correr, o Galo termina a partida como começou: controlando as ações, neutralizando o adversário e se impondo do começo ao fim. 4 a 1 os números finais de uma maravilhosa exibição atleticana na Venezuela.


Destaques individuais


Guilherme Arana: marcou e deu assistência. Perfeita partida do lateral

Alisson: infernizou o lado direito da defesa do Caracas e criou muito no ataque

Paulinho: movimentou bastante e marcou dois gols atleticanos

Bruno Fuchs: abriu o placar e foi muito consistente na defesa do Galo


Próximos confrontos


Atlético-MG e Caracas voltam à campo no domingo (7). O Galo enfrenta o rival Cruzeiro, no Mineirão, no pela final do estadual às 15h30. Já o clube venezuelano pega o Metropolitanos, fora de casa, às 17h pela 11ª rodada do nacional.


6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page