google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Antes de qualquer coisa: VP 2023!


Vitor Pereira na classificação contra o Boca Juniors Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians


O Corinthians, mesmo com todos seus problemas de desfalques num elenco que já é curto por si só, está na 2ª posição do Campeonato Brasileiro com o torneio perto da metade, alcançou as quartas-de-final da Libertadores pela primeira vez depois do título em 2012 e está muito próximo de chegar na mesma fase pela Copa do Brasil (4x0 no primeiro jogo das oitavas contra o Santos).


Nessa janela do meio do ano, a tendência é que o elenco receba reforços, como já recebeu Yuri Alberto, está em vias de repatriar Balbuena e tem jogadores voltando de empréstimo que podem agregar ao elenco.


Não dá para prever o que acontecerá com o Timão nas competições, tem condições para brigar pelos três títulos, mesmo com as limitações que o elenco tem, mas uma coisa é certa: independente do desfecho da temporada alvinegra, o maior reforço possível para 2023 será a permanência de Vitor Pereira.


Apesar da oscilação, o time de Vitor Pereira é competitivo como há tempos o Corinthians não era no cenário nacional e internacional. Como dito anteriormente, o alvinegro não era um dos oito melhores do Continente desde 2012. Não vencia um clássico por mais de dois gols de diferença desde 2015, quando venceu o São Paulo por 6x1. Não vencia o Flamengo desde 2018 no retrospecto geral e desde 2016 no Brasileirão. Na atual edição do Brasileiro passou todas as rodadas no G4.


Depois de várias apostas erradas em nomes como Osmar Loss, Oswaldo de Oliveira, Cristóvão Borges, Vagner Mancini e Sylvinho, o Corinthians parece ter, finalmente, encontrado um treinador que tenha capacidade para recuperar o status de protagonista no futebol brasileiro.


Até pelos problemas que o elenco vem enfrentando e com o rival Palmeiras em um estágio mais avançado (já são quase 2 anos com Abel Ferreira no comando e 5 taças conquistadas fruto de um trabalho que mostrou oscilações, mas é de altíssimo nível), é bem provável que esse status não seja recuperado esse ano, mas pensando no ano de 2023, antes de qualquer reforço, esse projeto de retomada do Corinthians passa pela permanência de VP.


Vitor Pereira tem contrato até dezembro. Nas palavras do próprio, ele prefere sempre assinar contratos de apenas um ano para não ser um fardo caso as coisas não andem como o esperado, mas, também em suas palavras, a relação que o mesmo tem com a diretoria alvinegra é a melhor que ele já teve na carreira. ”Não quero ser fardo para ninguém, não quero me sentindo obrigado a estar se não me sentir bem. Vamos esperar o fim da temporada. A relação que tenho com a direção é a melhor que tive na minha vida toda por onde passei. Tenho ótima relação com o clube. Estamos fazendo nosso trabalho o melhor possível, fazer com que os meninos ganhem confiança, juntar a experiência dos mais velhos e tentar formar um grupo forte” - Fala de VP antes do jogo ante o Boca.


Vitor Pereira é um dos maiores acertos da gestão Duílio e, independente de títulos nesse ano de 2022, será um acerto maior ainda a manutenção do treinador para 2023. Com pré-temporada, possíveis novos reforços e todo mundo bem fisicamente, pode ser enfim o retorno do Timão ao topo do futebol brasileiro.



Komentarze


bottom of page