google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

ANÁLISE: Sean Payton dará "um jeito" no ataque dos Broncos?


Reprodução: @broncos

Sean Payton chega á peso de ouro no Colorado, com objetivo de tirar uma das maiores franquias da NFL de um momento sem glórias, que muitos apontam ter começado pela aposentadoria de Payton Manning, já que a franquia nunca mais teve um quarterback a altura.


Para remediar esse problema, na temporada passada os Broncos pagaram caro para trazer Russell Wilson, QB de muito sucesso em Seattle que já estava insatisfeito com sua franquia e buscava novos aires.


Para trazer o camisa 3, os Broncos desembolsaram:

  • QB Drew Lock

  • DT Shelby Harris

  • TE Noah Fant

  • Escolha de primeira rodada Draft 2022

  • Escolha de segunda rodada Draft 2022

  • Escolha de quinta rodada Draft 2022

  • Escolha de primeira rodada Draft 2023

  • Escolha de segunda rodada Draft 2023


Nessa altura do campeonato, já sabemos que o vencedor da troca foi o Seahawks, já que fez dois excelentes drafts e repassou um contrato caro de um jogador que caiu bruscamente de rendimento.


Com uma lesão no ombro e outra no joelho, o rendimento de Wilson despencou na temporada passada. Aliado a isso, a queda do condicionamento físico e da precisão e eficiência nos passes fez o ex jogador de North Carolina ter de longe as piores médias de sua carreira.


Fora a evidente piora na produção, o inexperiente Nathaniel Hackett atrapalhou o primeiro ano de Wilson na franquia. Com péssimas chamadas e um evidente descontrole da equipe, Hackett se mostrou despreparado para função e acabou sendo demitido da franquia com a temporada rolando.


Tendo consciência do bom time que tem em mãos, George Paton foi atrás de um treinador experiente e com capacidade em "mudar a chave" das franquias. Novamente pagando muito caro por uma peça que chega "em baixa" os Broncos mandara a escolha de primeira rodada de 2023 e a de segunda de 2024 para ter o treinador.


Apesar de não estar mais a frente da franquia de New Orleans, o treinador chega com uma boa bagagem. Em 2006, quando assume o time, a equipe havia feito um recorde 3-13 em 2005 e já no primeiro ano, Payton faz a equipe saltar para 10 vitorias em temporada regular.


Após anos complicados em 2007 e 2008, consegui fazer uma temporada 13-3 e bateu o badalado Indianapolis Colts de Payton Manning. Após isso, nenhuma outra aparição no Super Bowl, mas, sempre se manteve competitivo, mantendo um recorde total de 152-89, vencendo 63% dos jogos de temporada regular e tendo 10 temporadas positivas contra quatro negativas.


Fora um bom retrospecto em temporada regular, ter consolidado Drew Brees como um dos grandes passadores do esporte pode encher de esperanças o torcedor do Broncos.


Brees chegou dos Chargers como um "talento bruto." Temporadas muito boas, mas oscilantes e justificáveis pois a franquia era uma bagunça na época. Mesmo com a desconfiança, Brees foi lapidado e rapidamente se tornou o melhor passador da liga, quebrando a marca de 4 mil jardas passadas 12 vezes em 14 anos de parceria.


O elenco de apoio dos Broncos é bom, com um corpo de recebedores interessante e uma defesa sólida. A questão é se Russell Wilson, prestes a completar 35 anos, ainda terá gás para aprender e se desenvolver em um novo sistema.


Com uma diferença de 7 anos, o cenário era um jogador entrando na fase de auge vs um jogador buscando os últimos anos de bom futebol antes da aposentadoria, logo é muito otimista prever uma evolução contundente de um ano para o outro.


Mesmo com uma potencial melhora, um maior número de vitorias, e um sistema mais amigável, é muito dificil nessa altura do campeonato Russell Wilson mudar seu estilo de jogo e performar parecido com os tempos de Seattle, mas pode sim haver uma melhora.



Expectativa:

Uma evidente melhora no jogo aéreo, mas nada espetacular. Wilson com um esquema mais consolidado e um maior respaldo de seu HC encontrará uma sincronia melhor com seus recebedores e conquistará muito mais que pífias cinco vitórias da temporada passada.


Com boas peças tanto no ataque quanto na defesa, Sean Payton com toda a certeza já tem um time mais forte que o Las Vegas Raiders, afastando o fantasma do último lugar da divisão, mas, terá de contar com a sorte dos Chargers não estarem saudáveis a maior parte do tempo caso queiram sonhar com Wild Card, já que hoje, Herbert é um QB com muito mais ferramentas e tem melhores recebedores.


Apesar de indicar uma melhora gigantesca, o sonho de Wild Card ainda está longe para a franquia do Colorado e estar em uma divisão que conta com Justin Herbert e o atual MVP, Patrick Mahomes não deve facilitar as coisas para a franquia laranja.



Recorde previsto:


8-9


Jogos e Palpites:


Raiders em Casa - Vitória

Commanders em Casa - Vitória

Dolphins fora - Derrota

Bears fora - Derrota

Jets em casa - Derrota

Chiefs fora - Derrota

Packers em casa - vitória

Chiefs em casa - Derrota

Bills fora - Derrota

Vikings em casa - Vitória

Browns em casa - Vitória

Texans em casa - Vitória

Chargers fora - Derrota

Lions fora - Derrota

Patriots em casa - Vitoria

Chargers em casa - Derrota

Raiders fora - Vitória




11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page