google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Academia de LoL: uma oportunidade para o cenário competitivo

A iniciativa traz modelos de ensino para democratizar o conhecimento e o acesso ao cenário profissional de League of Legends


Para muitos o cenário competitivo de eSports parece distante e inalcançável. Alguns encontram seu espaço fazendo streamings, isto é, compartilham suas partidas on-line para que outras pessoas possam assistir. Mas chegar no meio profissional é mais complexo, exige dedicação, estudo e treino. Os primeiros passos podem ser confusos e, para aqueles que jogam League of Legends (LoL), a Academia de LoL chega para revolucionar.

A iniciativa busca encontrar e motivar novas promessas do cenário de eSports. (Foto: Academia de LoL)


O projeto, lançado em agosto deste ano, tem como grande objetivo acessibilizar os conteúdos com padrão profissional, visando elevar o nível do cenário nacional e o crescimento do ambiente competitivo. A iniciativa é encabeçada por Guilherme “Kake” Braga - atualmente parte da comissão técnica do Flamengo Esports, em seu currículo consta também times como KaBuM! e-Sports, onde foi analista e head coach, Shock Gaming e a equipe amadora Ragnarok e-Sports; além de ter em sua comissão outros nomes de peso.

“A ideia surgiu há muito tempo, desde que comecei no cenário competitivo. Sempre enxerguei o cenário brasileiro de certa forma como uma "panela", em que se dava pouca chance aos jogadores novos. Também entendo que muitos jogadores que sonham com isso não têm as mesmas oportunidades que outros têm, então quis democratizar o conhecimento que obtive com o tempo”, explica Kake.


Ele explica que após assistir ao CBLoL, competições de nível internacional e ver agora a academia, percebe que o que mais falta é oportunidade e conduta, já que muitos jogadores sabem por onde começar seu aprendizado ou até como melhorar seu jogo, que mecanicamente são tão bons quanto alguns que estão no alto nível, mas ainda assim falta direcionamento e disciplina.


Estrutura e modalidades


A Academia funciona num ambiente de treinos diários, chamados de Scrims, balanceados pela comissão técnica de acordo com o nível dos alunos jogadores presentes, obtendo o máximo de aproveitamento em cada treino. Ao final de cada partida é realizada uma revisão, identificando pontos positivos e negativos que devem ser trabalhados por cada aluno.


O núcleo de técnicos conta com nomes que têm experiência no mercado, como Matheus “Hotekk” Costa, head coach da INTZ A2E (time universitários dos intrépidos); Mayoah “Sammy” Almeida, analista da Red Canids; Guilherme “Lion” Viana, ex coach da Team Innova (time do competitivo feminino de LoL); André “Tio Ben”, analista do Rensga Esports (time do circuito desafiante) e Eduardo “Doran” Henrique, ex analista da KaBuM! e INTZ.

A equipe técnica conta com grandes nomes para auxiliar os alunos em seu desempenho. (Foto: Academia de LoL)


Os professores acompanham os alunos no desenvolvimento de sua autonomia, autoconsciência e trabalho. A Academia de LoL dispõe de três modalidades de planos de ensino: o individual, o coletivo e o Staff:


O individual é voltado a alunos de nível básico ao avançado de League of Legends que recebem um direcionamento para a formação profissional, sendo da escolha do aluno um dos técnicos disponíveis para fazer todo o acompanhamento de seus resultados.

No plano coletivo o aluno tem acesso à toda infraestrutura da Academia, com aulas coletivas, materiais didáticos, campeonatos e scrims internas, além de contar com o acompanhamento de uma equipe especializada que observa a progressão de desempenho e compartilha o conhecimento estratégico para uma melhor experiência de aprendizado do aluno.


O staff é voltado para alunos que desejam melhorar seu conhecimento técnico e mentalidade, trabalhando de forma dinâmica e aprimorando o aprendizado de micro e macro fundamentos do jogo, análise de dados, filosofia esportiva, planejamento estratégico e liderança em equipe. Esta modalidade é para aqueles que buscam ser técnicos, analistas e managers.


Além disto, existem “aulões” coletivos realizados pelos professores e "coletivas" com o Kake, num espaço onde todos se reúnem e debatem sobre um ponto de jogo, filosofia esportiva ou sobre qualquer assunto do cenário competitivo nacional, enquanto analisam replays de partidas que os próprios alunos trazem em cena.


[JogadorAs] A visibilidade feminina no cenário eSportivo


Fortalecer a ascensão feminina no eSport também é uma missão da Academia de LoL. Por isso, o ambiente de ensino é plural e estimula a parceria, competitividade saudável e sororidade entre as integrantes, de forma que se sintam seguras e à vontade, estimulando o público feminino que também almeja entrar no cenário competitivo. A partir de um tratamento personalizado, são identificados os fatores cruciais para o desenvolvimento individual e coletivo das jogadoras, sempre focando em proporcionar um espaço de respeito e integridade.


Atualmente a Academia possui um time feminino completo, que já treina diariamente para os próximos campeonatos. Ao mesmo tempo, estão em busca de completar seu segundo time. Recentemente, foi anunciado - via redes sociais - a parceria com o Projeto Valkiria, que também auxilia e prepara garotas para o cenário competitivo de eSports.


“Focamos em ensinar tanto a parte prática quanto teórica do jogo, a fim de que haja a presença feminina no ambiente eSportivo, tanto para jogadoras, quanto Coachs, Analistas e Managers.”, comenta Kake.


Anúncio da parceria entre Academia de LoL e Projeto Valkiria. (Foto: Reprodução/Twitter)


Futuras promessas


Jogadores das mais diversas idades e elos (níveis do League of Legends) podem se matricular na Academia de LoL. Atualmente a idade média dos alunos é entre 16 e 24 anos, a maioria se encontra no elo Diamante. Com a preocupação de descobrir futuras promessas do cenário nacional de eSports, a Academia oferece bolsa de 100% para todos os jogadores que têm até 17 anos de idade, possuam elo ranqueado a partir do Diamante 1, e têm interesse em entrar no cenário profissional de LoL.

Atualmente a Academia conta com 185 alunos, entre os mais diversos elos. (Foto: Academia de LoL)


Para os demais interessados em se inscrever, basta entrar em contato via redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter) ou então entrar em contato via Discord, que é o ambiente onde a Academia de LoL se centraliza: bit.ly/academiadelol.

“A percepção do que é alto nível também mudou muito, afinal o que diferencia muito é a visibilidade que se dá para aquilo. A Academia me mostra que o jogo é mais volátil do que parece, e pouco ou quase nada binário. É um orgulho tocar esse projeto e saber que indiretamente faço a diferença na vida de centenas e haverá milhares de jogadores no futuro.”, finaliza Kake.


836 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page