google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-5142149462024594, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

A desconfiança dos médicos sobre tratamento de Schumacher

Internado desde 2013, o alemão estaria dando entrada em um hospital francês para ser submetido a experimentos com células-tronco

Reprodução: Twitter


Mais um capítulo na saga de recuperação de Michael Schumacher: na última terça-feira (10), o heptacampeão mundial teria sido submetido a um tratamento com células-tronco no hospital Georges Pompidou, em Paris. A informação é do jornal francês "Le Parisien". Ainda segundo a reportagem, o ex-piloto seria liberado para voltar à sua casa, em Lausanne, na Suíça, já na quarta-feira (11). A família não comentou sobre a informação.


Porém, médicos especialistas questionam o tratamento. Em reportagem ao jornal inglês Daily Express, Matilde Leonardi, diretora do Centro de Pesquisa sobre Coma do Instituto Neurológico de Milão, foi direta, e afirmou que existe uma certa precipitação em relação a tais métodos:


"Não há tratamento experimental com células-tronco que tenha um efeito positivo para pacientes em estado de consciência mínima como Michael Schumacher. As notícias sobre o ex-piloto apenas alimentam falsas esperanças e iludem famílias de pacientes. Ontem de manhã recebi duas ligações telefônicas de parentes de dois pacientes que queriam informações para permitir que seus filhos tivessem o mesmo tratamento. Eu me vi explicando que não sabemos nada sobre esse tratamento. Todos esperamos que sim, mas a verdade é que não existe, pelo menos por enquanto. Infelizmente, estudos conduzidos com células-tronco para doenças que afetam o cérebro e a medula não deram os efeitos que esperávamos" - afirmou Leonardi. Além da italiana, Hida Heidari, cirurgião ortopédico da Clínica Regenerativa de Londres, também se manifestou sobre o caso, falando sobre a dificuldade do tratamento ser aprovado no Reino-Unido:


"Deve haver evidência suficiente para que ele obtenha o selo de aprovação. Conseguir esse selo de aprovação às vezes requer uma quantidade enorme de investimentos" - declarou o cirurgião.

O acidente


Michael Schumacher está internado desde o dia 29 de dezembro de 2013, quando sofreu um acidente de esqui. O alemão bateu a cabeça em uma pedra quando esquiava na cidade de Méribel, na França.

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page